Justiça condena homem a mais de sete anos de prisão por tentativa de feminicídio no Maranhão

João Sirenes de Jesus Oliveira foi condenado em São Pedro da Água Branca pela tentativa de homicídio de Delzanira Silva Ribeiro. O Tribunal do Júri da Comarca de São Pedro da Água Branca, a 700 km de São Luís, condenou João Sirenes de Jesus Oliveira a sete anos, três meses e 15 dias de prisão pela tentativa de homicídio de Delzanira Silva Ribeiro. O condenado deverá cumprir a pena em regime inicial fechado, em razão de ser reincidente.
Os jurados acolheram a tese do Ministério Público do Maranhão (MP-MA), defendida pela promotora de justiça Fabiana Santalucia Fernandes, reconhecendo as qualificadoras de motivo fútil e feminicídio. Proferiu a sentença o juiz Bruno Nayro de Andrade Miranda.
Consta nos autos que, em 5 de novembro do ano passado, João Sirenes de Jesus Oliveira desferiu dois golpes de faca em Delzanira Silva Ribeiro, sua companheira até então, que estava grávida. A tentativa de assassinato foi cometida, durante a madrugada, na frente da filha do casal. O condenado foi preso em flagrante no dia do crime.
Em razão dos golpes, a vítima permaneceu 30 dias impossibilitada de realizar as suas tarefas habituais e, ainda, adquiriu uma deformidade permanente em um dos seios.

Powered by WPeMatico