Juliette Gréco, ícone da música francesa, morre aos 93 anos


Em carreira de mais de 50 anos, ela ficou conhecida por interpretar obras de Serge Gainsbourg, Jackque Prévert e Léo Ferré. Ela tinha parado de cantar em 2016 quando sofreu um AVC. Juliette Greco se apresenta em Paris, em 2013
AFP PHOTO/THOMAS SAMSON
Juliette Gréco, ícone da música francesa e famosa por ter interpretado músicas de Léo Ferré, Jacques Prévert e Serge Gainsbourg, faleceu nesta quarta-feira aos 93 anos, anunciou sua família à AFP.
“Juliette Gréco faleceu nesta quarta-feira, 23 de setembro de 2020, cercada por sua família em sua amada casa em Ramatuelle (sudeste da França). Sua vida foi extraordinária”, disse a família em nota enviada à AFP.
Sua carreira, repletada de sucessos, se estendeu por meio século, até 2016, quando sofreu um Acidente Cardiovascular (AVC).
Até este ano, em que também perdeu sua filha única, Laurence-Marie, Greco “continuou iluminando a música francesa”, disse o comunicado da família.
“Sinto muita falta. Minha razão de ser é cantar! Cantar é o máximo, você usa o corpo, o instinto, a mente”, disse a cantora em uma entrevista publicada em julho.