Jovem faz campanha para a inclusão de novos emojis com cabelos afro

Apesar de existir emojis com diversas etnias, o cabelo afro ainda não é representado nas redes sociais. A campanha #AfroHairMatters foi criada para aumentar a representatividade nas redes e conseguir incluir novas figurinhas no ano que vem

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

A ativista Rhianna Jones está promovendo uma campanha on-line para obter assinatura e conseguir a inclusão de emojis que representem pessoas com cabelos afro

Leia também: Aprenda a fazer legendas com letras de arco-íris no Stories do Instagram

A jovem já coletou mais de 57 mil assinaturas para que as carinhas sejam incluídas nos aplicativos em 2020, a meta é 75 mil assinaturas

Leia também: Carro autônomo é treinado a fazer curvas em alta velocidade

A ativista se sentiu confiante para lançar a sua própria campanha após o Tinder, aplicativo de relacionamentos, inserir novos emojis para representar diversas etnias 

Leia também: De melancia a casa: o fotógrafo que transforma tudo em câmera

Em entrevista ao site The
Next Web
, Rhianna, que usa cabelo afro, disse que ainda não se sente representada, por mais que aprecie as opções de cores de pele
que já estão disponíveis no mundo virtual

Leia também: Menina pede ajuda pelo Tinder para consertar videogame com defeito

Para desenvolver os Afromojis, Rhianna contou com a ajuda de a amiga designer gráfica Kerrilyn Gibson

Leia também: Cachorro robô é usado em tratamento de terapia para idosos

A jovem pediu que os cabelos fossem desenhados com o máximo de volume possível

Leia também: Carros autônomos podem atropelar mais pessoas negras do que brancas

O Unicode Consortium, que determinam quais serão os novos emojis adicionados, aprovaram 3.019 designs até o momento, mas nenhum deles inclui os cabelos afro

Leia também: Robô de quatro pernas consegue realizar saltos mortais com precisão

“O padrão de cabelo liso e eurocêntrico em nossos teclados é um lembrete sutil da lenta aceitação dos cabelos afro pela mídia em suas normas de beleza social em geral”, disse Rhianna ao The Next Web

Leia também: Viciada em filtros de beleza, jovem não se olha mais no espelho

A petição ainda está disponível na internet para
ser assinada e dar apoio ao movimento dos cabelos naturais de pessoas de diversas
cores

Leia também: Apple apresenta os 10 vencedores de concurso fotográfico com iPhone