José Miguel Wisnik faz a poesia girar ao redor da canção ‘A terra plana’


Programado para 27 de outubro, single gravado com Marina Wisnik é a primeira amostra do álbum que o artista planeja lançar em 2021. Capa do single ‘A terra plana’, de José Miguel Wisnik
Divulgação
Resenha de single
Título: A terra plana
Artistas: José Miguel Wisnik e Marina Wisnik
Compositor: José Miguel Wisnik – com citação de palíndromos de Marina Wisnik
Edição: Circus Produções
Cotação: * * * 1/2
♪ Primeira amostra de álbum autoral com músicas inéditas que o cantor e compositor paulista José Miguel Wisnik planeja lançar em 2021, o single A terra plana chega ao mercado fonográfico em 27 de outubro com canção que faz uso da poesia para diluir a ignorância negacionista que insiste em achatar e obscurecer o Brasil nos últimos anos.
Desafiando o formato da canção tradicional, como de hábito, Zé Miguel faz a poesia de A terra plana girar em gravação feita com produção musical de Alê Siqueira e a inserção na letra de palíndromos (“o ovo e o voo / o voo e o ovo”) de Marina Wisnik, convidada do single.
Crianças arregimentadas em São Paulo (no coral Guelinhas, do Colégio Equipe) e da Bahia (no projeto social Rum Alagbê, do Terreiro do Gantois e da Associação São Jorge Ebè Oxossi) reforçam o coro poético dessa composição que, além do single, gera clipe filmado sob a direção de Ighor Boy com as vozes e as imagens das cantoras Mônica Salmaso, Ná Ozzetti, Jussara Silveira, Lívia Nestrovski, Lenna Bahule e Zahy Guajajara.
Embasado pela percussão de Gabi Guedes, alabê do Gantois, o arranjo de A terra plana harmoniza a guitarra e o baixo synth de Marcio Arantes em ambiência sonora espacial que, em determinado momento, dá a impressão de que a própria canção levita, solta no tempo e no espaço, realçando o sentido poético e político de versos como “A terra simplesmente plana / Carregando o peso da ganância que a maltrata / Dançando em ondas com os astros / Seus parceiros mudos / Abraçando em círculos o centro que lhe escapa”.
Com (alguns) versos falados, mas em prosódia distante do universo do hip hop, o single A terra plana se movimenta na gravação com a sofisticação recorrente no cancioneiro de José Miguel Wisnik. Que venha o álbum em 2021!