Joe Biden diz que EUA vão cortar uma gigatonelada de gases poluidores até 2030


Presidente dos EUA fez um discurso no primeiro dia da COP26. Joe Biden ‘descansa os olhos’ na abertura da COP26 em Glasgow
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, participou do primeiro dia da conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) em Glasgow, no Reino Unido, nesta segunda-feira (1º).
Ele afirmou que o seu país vai cortar emissões de gases que contribuem para o efeito estufa em uma gigatonelada até 2030 —ou seja, um bilhão de toneladas na abertura da COP26.
Os EUA publicaram hoje sua estratégia de longo prazo para alcançar a meta de zero emissões até 2050.
Joe Biden, dos EUA, durante o primeiro dia da COP26 em Glasgow, em 1º de novembro de 2021
Yves Herman / POOL / AFP
“Há uma oportunidade incrível para todos nós. É um momento de inflexão na história do mundo. Podemos criar um futuro limpo e bons empregos e oportunidades no mundo. Podemos aumentar o padrão de vida no mundo. É uma demanda moral e econômica”, disse ele.
Países emergentes
Biden disse também que os países ricos precisam ajudar mais os emergentes para que eles acelerem a transição de fontes de energia poluentes para fontes limpas.
Ele citou a diversificação de fontes diversas vezes durante seu discurso.
Ele afirmou que os EUA vão liderar dando o exemplo —no entanto, o presidente anterior a ele, Donald Trump, tirou o país do Tratado de Paris.
Veja os vídeos mais assistidos do g1