Jericoacoara tem autorização para abertura de parque nacional neste sábado (8)


Portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (7). Desde março as visitas estava suspensas por conta da pandemia Visitantes devem seguir protocolos para visitar os pontos turísticos de Jericoacoara
Divulgação
Após quase cinco meses fechado por conta da pandemia da Covid-19, o Parque Nacional de Jericoacoara foi autorizado a receber visitantes a partir deste sábado (8). Os visitantes devem seguir protocolos de segurança sanitária para evitar o contágio pelo coronavírus.
A reabertura foi autorizada por portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (7) e assinada pelo presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Homero de Giorge Cerqueira.
Segundo o documento, os visitantes, agências de turismo e prestadores de serviço devem respeitar as medidas de prevenção na unidade de conservação. Entre os pontos estão a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial “durante todo o período que estiver no interior do parque” e a garantia do distanciamento mínimo de dois metros entre “sofás, mesas, cadeiras e bancos dos espaços comuns” de empreendimentos comerciais.
Os estabelecimentos devem seguir as seguintes exigências:
Uso obrigatório de máscara de proteção facial;
Disponibilidade de álcool em gel 70% ou produto de higienização para as mãos nas estruturas abertas à visitação e nos transportes terrestres e aquaviários;
Para atrativos que necessitam de algum equipamento de proteção individual, estes não poderão ser compartilhados sem antes proceder a higienização e desinfecção dos equipamentos;
Manter ambientes bem ventilados, com janelas e portas abertas;
Limpeza e desinfecção dos ambientes, pisos, corrimãos, lixeiras, balcões, maçanetas, tomadas, torneiras e banheiros, além de outros objetos de uso coletivo, como cadeiras, sofás e bancos.
Remover jornais, revistas, panfletos e livros dos locais de comum acesso;
Priorizar a venda on-line de ingressos, serviços ou agendamentos;
Organizar o atendimento em filas para evitar aglomerações, considerando a marcação no piso com distanciamento de 2 metros;
Máquinas de débito e crédito devem estar fixas ou envelopadas com filme plástico e desinfetadas após cada uso;
Para restaurantes, manter o distanciamento mínimo entre as mesas (2 metros) e cadeiras (1 metro), como também nos ambientes de espera e filas de caixas, com demarcação no piso;
Higienização e desinfecção de objetos (inclusive cardápios) e superfícies comuns, como as mesas e cadeiras após cada utilização.
Vila de Jericoacoara se prepara para receber turistas
Redução da capacidade
A Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara também autorizou, em decreto publicado no último sábado (1º), a retomada gradual das atividades na Vila de Jericoacoara, a partir deste sábado. O documento autoriza reservas em hotéis, pousadas e meios de hospedagem, desde que os protocolos sanitários sejam seguidos.
Restaurantes e barracas de praia e lagoa funcionarão com horário reduzido e público limitado a 50% da capacidade local.
“É um momento que todo mundo aqui esperava. Nosso município foi o primeiro a fechar as portas para o turismo e agora depois de quase cinco meses estamos reabrindo. É um momento de muita felicidade e muita cautela”, ressalta Ricardo Wagner, secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio ambiente do Município. “Esperamos que este turista comece a retornar amanhã a partir da liberação do Parque Nacional e também do decreto municipal”
Segundo ele, mais de 600 pessoas estão sendo treinada para reforçar os protocolos sanitários neste retorno. “Esperamos que essa ação de cautela e prevenção seja feita por todos: moradores, turistas e empresários”, ressalta. “O turismo ainda deve demorar um pouco para alcançar aquele volume de antes da pandemia, mas já é uma alegria e injeção na economia”.
O município está na primeira semana da fase 2 de retomada da economia, segundo decreto estadual de 1º de agosto.
Situação
Jijoca de Jericoacoara soma 622 casos confirmados do novo coronavírus e nove óbitos, a Secretaria da Saúde do Ceará. Um total de 615 pessoas já se recuperaram da doença no Município.
Segundo o IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, o município tem uma taxa de letalidade de 1,44, índice que aponta para a gravidade da doença. A média do estado é de 4,27. O valor é apontado como uma das justificativas para o retorno gradativo das atividades econômicas.
Initial plugin text