J.K. Rowling doa 1 milhão de libras para vítimas de violência doméstica afetadas por coronavírus


Doação feita pela autora de ‘Harry Potter’ também será destinada a entidade que atende desabrigados. ‘Em uma crise deste tipo, os mais vulneráveis são os que mais sofrem’. J.K. Rowling
Reprodução/Twitter
A autora de “Harry Potter”, J.K. Rowling, doou 1 milhão de libras (US$ 1,25 milhão ou cerca de R$ 6,85 milhões) para ajudar vítimas de violência doméstica e moradores de rua durante a pandemia do coronavírus, após ela mesma ter apresentado sintomas da doença.
A escritora britânica disse que o dinheiro seria dividido entre as caridades Crisis and Refuge, que ajudam desabrigados e vítimas de violência doméstica, respectivamente.
“Como sempre em uma crise deste tipo, os mais vulneráveis são os que mais sofrem”, ela escreveu no Twitter.
A doação ocorre um mês após Rowling, que tem 54 anos e é casada com um médico, dizer que havia se recuperado de uma suspeita de Covid-19 após ficar doente por duas semanas.
Initial plugin text
Ela disse ter três profissionais de serviços essenciais em sua família imediata e que estava dividida entre “orgulho e ansiedade”.
A contribuição de Rowling marcou a mais recente doação de uma celebridade aos esforços de assistência, conforme a pandemia global assola as comunidades mais vulneráveis do mundo, com as Nações Unidas descrevendo o aumento da violência doméstica como uma crescente “pandemia sombria”.