Inscrições para agentes de saúde e de endemias em Viçosa terminam nesta terça


Resultado para a seleção de cadastro de reserva está previsto para o dia 9 de abril. Viçosa seleciona agentes de endemias e agentes comunitários de saúde
Prefeitura de Viçosa/Divulgação
Termina nesta terça-feira (27) o prazo para os interessados se inscreverem para as 11 vagas do Processo Seletivo Simplificado Emergencial para os cargos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate a Endemias em Viçosa.
O edital nº 001/2018 foi publicado para formar cadastro de reserva para o quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Saúde da cidade.
A contratação atende ao decreto nº 5.172, de 23 de janeiro deste ano, que declarou situação de emergência em saúde pública no município por causa do surto de febre amarela e dengue. Conforme os dados do Estado, a cidade registrou duas mortes por febre amarela neste ano.
Estão previstas nove vagas para agentes comunitários de saúde para as Unidades Básicas de Saúde Amora, Bom Jesus I e II, Cachoeira de Santa Cruz, João Brás, Nova Viçosa, Santo Antônio I, São José/Barrinha, Silveste, além de duas vagas para agentes de combate a endemias.
Os dois cargos possuem jornada de 40 horas e têm previsão de salário de R$ 1.195,14. O contrato será válido por 90 dias, sem possbilidade de renovação.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Prefeitura de Viçosa, onde também está disponível o edital do processo. Os candidatos devem preencher o Formulário de Inscrição Online com todas as informações requeridas.
Para obter a inscrição definitiva, é necessário apresentar na quarta (28) e nas próximas segunda, 2 e terça, 3 de abril, na sede da Secretaria Municipal de Saúde, a seguinte documentação:
Documento de identidade válido e reconhecido legalmente em território nacional, com fotografia;
Comprovante de inscrição no cadastro de pessoas físicas (CPF);
Comprovante de residência atualizado de até três últimos meses anteriores a data da inscrição;
Comprovante de conclusão de escolaridade, de acordo com o Anexo B do edital, devidamente reconhecida pelo sistema federal ou pelos sistemas estaduais de ensino;
Certidão de nascimento ou identidade dos filhos, para eventual análise de desempate, nos termos do item 8.3 do edital.
O atendimento será das 8h às 10h30 e das 14h às 17h na Secretaria de Saúde, no Centro Administrativo, na Rua Gomes Barbosa, nº 803, no Centro. A seleção levará em conta a formação acadêmica e a experiência profissional, conforme as documentações encaminhadas pelos candidatos.
Conforme o cronograma, a classificação parcial será divulgada no dia 9 de abril. Os recursos deverão ser apresentados no dia seguinte, também na Secretaria de Saúde. A previsão é que, no dia 12 de abril, a classificação final seja disponibilizada tanto na Secretaria quanto na página do processo seletivo.
Febre amarela na região
Conforme o Boletim Epidemiológico divulgado no dia 20 de março, chegou a 137 o número de mortes por febre amarela em Minas Gerais desde o fim do ano passado.
O governo de Minas publicou o decreto estadual de emergência em 19 de janeiro e, no dia 25 do mesmo mês, atualizou o decreto incluindo as cidades das Unidades Regionais de Saúde de Barbacena e de Juiz de Fora, além das áreas de Belo Horizonte, Itabira e Ponte Nova.
À iniciativa do governo estadual, a cidade de Barbacena emitiu o comunicado decretando situação emergencial na cidade no dia 24 de janeiro.
O decreto nº 8.257 autoriza a adoção de medidas administrativas necessárias à contenção dos surtos, como aquisição de insumos e materiais e a contratação de serviços e pessoal de forma emergencial sem a necessidade de abertura de licitação pelo prazo de 180 dias.
No dia 12 de março, o prefeito Bruno Siqueira (MDB), decretou situação de emergência por conta dos casos registrados em Juiz de Fora.
Febre amarela
A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos infestados.
Em área rural ou de floresta, os macacos são os principais hospedeiros e a transmissão ocorre pela picada dos mosquitos transmissores infectados Haemagogus e Sabethes. Nas cidades, a doença pode ser transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa.
Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.
Febre amarela: perguntas e respostas
Veja se você deve se vacinar agora contra a febre amarela
Inforgrafia: Roberta Jaworski/G1

Powered by WPeMatico