Inflação na zona do euro acelera com preços de energia e alimentos


Preços ao consumidor nos 19 países que usam o euro subiram 1,5% em fevereiro na comparação anual. Nova nota de 50 euros
Associated Press
A inflação na zona do euro avançou conforme esperado em fevereiro, quando a alta dos preços de alimentos e energia acelerou, mas o núcleo do índice de preços não apresentou o mesmo comportamento.
A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, estimou nesta sexta-feira (1) que os preços nos 19 países do bloco subiram 1,5% em fevereiro na comparação anual, após alta de 1,4% em janeiro.
O dado ficou em linha com a expectativa de economistas em pesquisa da Reuters.
O resultado deixa a inflação mais perto da meta do Banco Central Europeu para o ano de abaixo mas perto de 2%.
O núcleo do índice, observado pelo BCE para as decisões de política monetária e que exclui os preços voláteis de energia e alimentos não processados, permaneceu em 1,2% em fevereiro, contra expectativas de queda para 1,1%.
Desemprego permanece estável na zona do euro em 7,8%