Inflação da zona do euro desacelera em março


Preços no bloco de 19 países subiram 1,4% em março sobre o ano anterior, ante leitura de 1,5% no mês anterior. Euros
GloboNews
A inflação na zona do euro desacelerou em março e o núcleo da alta dos preços enfraqueceu ainda mais, informou a agência de estatísticas nesta quarta-feira (17), confirmando suas estimativas iniciais e dando um sinal desconfortável para o Banco Central Europeu (BCE).
A Eurostat informou que os preços no bloco de 19 países subiram 1,4% em março sobre o ano anterior, de 1,5% no mês anterior.
O BCE tem como meta inflação abaixo mas próxima de 2%, e na semana passada elevou a perspectiva de mais suporte para a zona do euro diante da desaceleração econômica.
Na base mensal, a inflação acelerou para 1%, como esperado pelo mercado, de 0,3% em fevereiro.
O núcleo da inflação, acompanhado de perto pelo BCE e que exclui os voláteis preços de energia e alimentos, enfraqueceu para 1% em março sobre o ano anterior, de 1,2% em fevereiro. Essa foi a leitura mais fraca desde abril de 2018, mostraram dados da Eurostat, confirmando estimativas anteriores.