Inep identifica vulnerabilidade de sistema que permitia vazamento de dados de alunos inscritos no Enade


Instituto já corrigiu o sistema para evitar que dados dos estudantes vazassem. Estudantes fazem a prova do Enade em 2016
Carlos Gomes/TV Anhanguera
O sistema de inscrição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) permitia que os dados dos estudantes que haviam se inscrito fossem revelados, e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou que mudou o sistema e corrigiu a vulnerabilidade.
O Inep revelou que alterou o sistema na segunda-feira (6), mas o alerta havia sido recebido no dia 2. O órgão afirma que fez aplicou medidas de contenção imediatamente.
“A autoridade competente foi comunicada para apuração dos fatos e o Inep se colocou à disposição para prestar as informações necessárias. Em avaliação inicial, a ação não gerou danos ao sistema”, afirmou o instituto, em nota.
A vulnerabilidade do sistema não representa risco à realização do Enade 2021, previsto para ser aplicado em 14 de novembro.
Veja os vídeos mais assistidos do G1