Inep divulga resultados do Enem 2020; candidatos relatam que não conseguem acessar site


Página do participante apresentava instabilidade no começa da noite desta segunda (29). Notas do Enem poderão ser usadas no Sisu, cujas inscrições começarão em 6 de abril. Provas do Enem
Divulgação
Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já estão disponíveis na página do participante, anunciou o Inep, organizador da prova.
No entanto, candidatos relatam na internet que não estão conseguindo acessar a página do participante para consultar o resultado do exame. No começo da noite desta segunda (29), o site apresentava instabilidade.
O Inep afirmou que as notas poderiam ser visualizadas a partir das 18 horas da segunda. Serão informados os resultados das provas objetivas e da redação.
O G1 entrou em contato com a assessoria da autarquia organizadora do exame para saber sobre a divulgação dos resultados e a ocorrência de problemas técnicos no site. Até o momento não obteve resposta.
Como consultar a nota
Os candidatos só conseguem ter acesso ao próprio resultado — as notas dos demais alunos não são divulgadas publicamente.
Para conferir o boletim de desempenho, é preciso entrar na página do participante e digitar os dados do login único do governo federal.
Caso o aluno tenha esquecido a senha, é possível recuperá-la. Basta seguir os seguintes passos:
informar o CPF;
clicar em avançar e, em seguida, em “esqueci minha senha”;
escolher uma das formas de recuperar o acesso à conta (validação facial, celular, e-mail ou internet banking);
aguardar o envio do código de verificação;
gerar uma nova senha.
Os resultados disponíveis
Foram publicados os boletins de desempenho das seguintes versões do Enem:
impressas (primeira e segunda aplicação);
digital;
PPL (para pessoas privadas de liberdade).
Os treineiros só poderão consultar os resultados em 28 de maio.
Para que serve a nota do Enem 2020?
O Enem 2020, previsto inicialmente para novembro do ano passado, foi adiado para janeiro e fevereiro de 2021, em razão da pandemia.
Consequentemente, programas do governo que costumam utilizar a nota da prova — como o Prouni e o Fies — aceitaram apenas os resultados das edições anteriores do exame. Não daria tempo de aguardar até o fim de março para iniciar os processos seletivos.
O único programa de acesso ao ensino superior que conseguiu reorganizar o calendário para usar as notas do Enem 2020 foi o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ele seleciona alunos para universidades públicas.
As inscrições ocorrerão de 6 a 9 de abril. Segundo o Ministério da Educação (MEC), serão ofertadas 209.190 mil vagas, distribuídas em 5.685 mil cursos de graduação.
Cronograma do Sisu
Inscrições: de 6 a 9 de abril
Resultado da chamada única: 13 de abril
Matrícula ou registro acadêmico: de 14 a 19 de abril
Manifestação de interesse em participar da lista de espera: de 13 a 19 de abril
Veja mais vídeos de Educação