Incêndio é controlado dentro do Parque Estadual do Ibitipoca


Informação foi divulgada na noite desta terça-feira (29) pelo major Leonardo Corrêa; no entorno do local ainda há alguns focos. Chamas começaram na madrugada de segunda-feira (28). Incêndio foi registrado no Parque Estadual do Ibitipoca
Parque Estadual do Ibitipoca/Reprodução/Instagram
O incêndio dentro do Parque Estadual do Ibitipoca foi controlado. A informação foi divulgada na noite desta terça-feira (29) pelo subcomandante do 4° Batalhão do Corpo de Bombeiros, major Leonardo Corrêa.
Em vídeo publicado pela corporação, o militar informou que no entorno do parque ainda existem alguns focos. “Estamos atentos para que a gente possa combater para que não tenha reignição ou até mesmo que as chamas voltem para dentro do local”, explicou.
Major Leonardo Corrêa fala sobre o incêndio no local
Conforme os bombeiros, a estimativa é que 500 hectares tenham sido queimados pelo fogo. O G1 entrou em contato com o Instituto Estadual de Florestas (IEF) para mais informações e aguarda retorno. A informação também foi divulgada nas redes sociais do parque.
Initial plugin text
Incêndio
O incêndio teve início na madrugada de segunda-feira (28) em um terreno de propriedade particular ao lado do Parque Estadual do Ibitipoca e rapidamente se espalhou. Por causa da situação, a reabertura do local, que estava marcada para esta quarta-feira (30), foi adiada pelo IEF e ainda não há nova data anunciada.
Incêndio no Parque Estadual do Ibitipoca
Corpo de Bombeiros/Divulgação
Conforme os bombeiros, o fogo não chegou a atingir estruturas do parque, como a sede e a portaria, e estava espalhado em focos na vegetação. Ao todo, 98 pessoas trabalham para controlar as chamas, sendo brigadistas, voluntários civis, funcionários do parque, do IEF, moradores do distrito e militares.
Durante o incêndio, sete equipes foram lançadas em campo com o apoio de lançamento de água pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros e por um avião airtractor do IEF. O objetivo do uso destas aeronaves foi jogar grandes quantidades de água nas áreas queimadas.
Fogo no Parque Estadual do Ibitipoca
Gabriel Fortes/Arquivo Pessoal