Ibama diz que ‘exaustão de recursos’ levou ao recolhimento das brigadas contra incêndios florestais

Órgão determinou que trabalhos sejam interrompidos e, em nota, afirmou que passa por ‘dificuldades’ desde setembro. O Ibama divulgou uma nota nesta quinta-feira (22) na qual afirmou que passa por “dificuldades” relacionadas aos recursos do órgão desde setembro e que determinou o retorno dos brigadistas que atuam no combate a incêndios florestais em razão da “exaustão de recursos”.
Nesta quarta (21), o órgão determinou que as brigadas interrompam os trabalhos em todo o país. As informações foram reveladas pelo jornal “O Globo”.
Íntegra
Leia a íntegra da nota:
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) informa que a determinação para o retorno dos brigadistas que atuam no Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) acontece em virtude da exaustão de recursos. Desde setembro, a autarquia passa por dificuldades quanto à liberação financeira por parte da Secretaria do Tesouro Nacional.
Para a manutenção de suas atividades, o Ibama tem recorrido a créditos especiais, fundos e emendas. Mesmo assim, já contabiliza 19 milhões de pagamentos atrasados, o que afeta todas as diretorias e ações do instituto, inclusive, as do Prevfogo.