Humberto Effe apresenta ‘Frágil’, música composta sob efeito do isolamento social


Artista dá sequência à retomada fonográfica da carreira solo com single autoral produzido por JR Tostoi. ♪ Em agosto do ano passado, Humberto Effe anunciou a retomada fonográfica da carreira solo com a edição do single A vontade e o medo (2020).
Produzido pelo guitarrista JR Tostoi, esse single simbolizou a volta de Effe ao universo pop fora da banda Picassos Falsos, embora o artista carioca já estivesse em cena desde 2018 com o show Plano sequência.
Esse show foi concebido para Effe mostrar o repertório autoral que veio amealhando ao longo dos 25 anos em que ficou sem lançar disco solo, inclusive abrindo parcerias com Roberto Frejat, Samuel Rosa e Dado Villa-Lobos.
Frágil – single lançado pelo cantor e compositor na sexta-feira, 15 de janeiro, em edição do selo Backing Stars distribuída via Ditto Music – é fruto mais recente desse repertório e dá sequência ao retorno fonográfico de Effe em carreira solo.
Música composta por Effe em parceria com Humberto Barros, autor da melodia, Frágil é canção ligada à pandemia, tendo sido feita no fim de março de 2020 sob os efeitos e sensações do então recente isolamento social.
Assim como a música anterior A vontade e o medo, a composição ganhou forma em estúdio com produção musical de JR Tostoi, que toca gaita na gravação de Frágil, conduzida pelo piano de Humberto Barros, parceiro de Effe na criação da música. O arranjo da gravação de Frágil é de Barros, Effe e Tostoi.
Capa do single ‘Frágil’, de Humberto Effe
Marcia Moreira com arte de Andrea Pedro