Honda CB 500F e CB 500X 2020: primeiras impressões


‘Família 500’ da Honda lidera as vendas de motos acima de 400 cc no Brasil. Modelos ficaram melhores para andar, com destaque para a embreagem mais levinha, mas preço também subiu. Honda CB 500X e CB 500F 2020: o que mudou nas motos
As novas Honda CB 500F e CB 500X 2020 acabam de chegar às lojas do Brasil. Desde o lançamento da atual geração em 2013, as motos recebem as principais novidades em 7 anos.
Veja os preços dos modelos 2020:
CB 500F (naked): R$ 26.900 – custava R$ 25.390 no modelo anterior;
CB 500X (aventureira): R$ 28.900 – custava R$ 27.390 no modelo anterior.
Com as alterações de valores, os modelos da nova linha ficam R$ 1.510 mais caros.
Apesar de cada variante ter atualizações próprias, os pontos mais importantes da renovação em comum da família 500 são a introdução do sistema de embreagem assistido e deslizante, atualização do chassi, além de um motor com 4% a mais de torque em baixas e médias rotações – mesmo que a potência máxima não tenha subido.
Motos 2020: veja 35 lançamentos esperados para o Brasil no ano
Veja as 10 motos mais caras do Brasil; Ducati de R$ 700 mil lidera
A má notícia dentro das Honda 500 foi a despedida da CBR 500R no ano passado, que não faz mais parte do portfólio da empresa no país. De acordo com a Honda, a ideia foi focar os esforços da categoria esportiva na nova CBR 650R.
5 coisas que só quem andou nas novas Honda CB 500 sabe:
Motor ficou mais espertinho nas arrancadas;
Reduções de marchas mais seguras e suaves com o sistema de embreagem deslizante;
Acionamento da embreagem ficou levinho, com o dispositiovo
CB 500X ficou mais preparada para terrenos irregulares, e roda maior trouxe agilidade em trocas de direção;
Mesmo com novidades, motos são mais racionais do que empolgantes.
Moto ‘grande’ mais vendida
Apesar de promissor, o mercado de média cilindrada no Brasil ainda é pouco explorado. Em 2019, a Honda vendeu 4.108 unidades da CB 500F e 3.863 unidades da CB 500X , com o total de 7.971 unidades, números que as tornam as motos acima de 400 cc de cilindrada mais vendidas do mercado brasileiro.
Além da Honda, a Royal Enfield é uma marca que aposta nesta faixa, mas em motos com o estilo mais clássico. Por isso, a família 500 acaba competindo com modelos de maior cilindrada ou de menor cilindrada, e de estilos diversos.
Possíveis rivais da Honda CB 500X
Divulgação
No entanto, por preço e desempenho, acaba ficando mais próximos de modelos de um faixa inferior de preço. Por exemplo, no caso da CB 500X, é possível o consumidor ficar em dúvida com a Kawasaki Versys-X 300 ou mesmo a BMW G 310 GS.
No caso da CB 500F, desempenho similar pode ser encontrado em Yamaha MT-03 ou Kawasaki Z400. A família 500 sempre acaba levando vantagem nos números, mas também tem preços mais altos.
Honda CB 500F e suas concorrentes
G1/Divulgação

CB 500X enfim vira uma aventureira
A CB 500X sempre teve a responsabilidade de encarar os terrenos mais irregulares e, por ventura, até mesmo a terra. Mas com a renovação a moto promete de vez virar um aventureira. O modelo ganha suspensões mais longas para isso:
A dianteira passou de para 140 mm para 150 mm de curso;
E a traseiro subiu de 118 mm para 135 mm.
G1 andou na nova Honda CB 500X
Divulgação
Além disso, a roda dianteira deixa para trás a medida de 17 polegadas para ser equipada com roda de 19 polegadas, o que vem bem mais a calhar para uma moto com pretensões aventureiras. No primeiro contato do G1 com a moto, a CB 500X mostra que essa configuração deixou a moto mais ágil nas trocas de direção.
Ainda não foi possível andar com a moto na terra, mas em alguns trechos de pavimento em pior estado a moto se comporta de maneira equilibrada e com um acerto confortável nas suspensões. O grande destaque fica por conta do sistema de embreagem assistida e do tipo deslizante.
Com a ajuda do dispositivo, o acionamento do manete de embreagem é bem levinho. Nas reduções de marcha, o “slipper-clucth” evita que a roda traseira trave, além de deixar os engates mais confortáveis.
Honda CB 500X 2020
Divulgação
Com pretensões para fazer viagens mais longas, a CB 500X também recebe maior proteção aerodinâmica. Com a bolha dianteira maior, ela se torna mais confortável para rodar em velocidades de cruzeiro a 120 km/h.
Para-brisa da Honda CB 500X 2020 ficou maior
Divulgação
CB 500F
Do lado da opção naked CB 500F, as mudanças foram as mesmas em relação ao motor. Apesar de manter a mesma configuração, de 2 cilindros e 471 cc de cilindrada, novos ajustes e peças trazem um torque 4% superior em baixos e médios.
Honda CB 500F 2020
Divulgação
Isso tornou a moto mais “espertinha” e é algo mais fácil de notar na CB 500F, moto mais leve em comparação com a CB 500X.
Os números finais de torque e potência, no entanto, foram mantidos no mesmo patamar. O bicilíndrico rende 50,4 cavalos a 8.500 rpm e 4,53 kgfm de torque, sempre trabalhando em conjunto com o câmbio de 6 marchas.
Novo painel da linha 500 2020 da Honda
Divulgação
No geral, a moto segue com o comportamento bem parecido com o do modelo anterior, mas o visual evoluiu, dando a impressão de ser uma moto de maior cilindrada. Além disso, o painel é completamente novo, do tipo “LCD Black Out”. Além de propiciar uma boa visualização, ele conta agora a luz de alerta para trocas de marcha.
Honda CB 500F 2020
Divulgação
Motos melhoram, e preço sobe
Apesar de não ser uma nova geração, a evolução proposta na família CB 500 foi muito bem-vinda. Elas ficaram com o visual mais impactante e o funcionamento melhorou em várias direções, apesar de no geral ainda se tratarem de motos bem simples, um meio-termo entre a baixa e a alta cilindrada.
Veja mais detalhes da família CB 500:
CB 500F
Cores da Honda CB 500X 2020
Divulgação
Honda CB 500X
Divulgação
Painel da Honda CB 500X 2020
Divulgação
CB 500F 2020
Cores da Honda CB 500F 2020
Divulgação
Tanque da Honda CB 500F
Divulgação
Traseira da Honda CB 500F 2020
Divulgação
G1 também avaliou a nova CB 650R; assista:
Honda CB 650R: como é andar na moto que foi lançada no Salão Duas Rodas