Honda ADV 150 é registrado no Brasil; saiba como é o ‘scooter aventureiro’


Com boa recepção do público no Salão Duas Rodas, modelo deve chegar ao país em 2020. Com mesma base do PCX, ADV tem suspensões mais longas e é mais robusto. Honda ADV 150 teve patente registrada no Inpi nesta terça (17)
Inpi
O Honda ADV 150 teve seu desenho registrado no Brasil nesta terça-feira (17). Sua patente foi publicada pelo Instituto Nacional da Propriedade (Inpi).
Um dos destaques da marca no Salão Duas Rodas 2019, o pequeno ‘scooter aventureiro’ foi mostrado no evento para experimentar a aceitação do público, do mesmo modo que o Forza 300. De acordo com a Honda, os modelos vão chegar às lojas se os “consumidores aprovarem”.
Honda ADV 150 é pequeno ‘scooter aventureiro’ no Salão Duas Rodas 2019
Fábio Tito/G1
Apesar de o registro de patente ter apenas o objetivo de resguardar a segurança da propriedade intelectual, e não confirmar a sua venda no mercado brasileiro, a expectativa é que o ADV 150 seja lançado em um futuro próximo no Brasil.
Com a boa recepção do público, além do sucesso que os scooters estão fazendo no país, o modelo poderia chegar já em 2020, apesar de não existir uma confirmação oficial da Honda sobre isso.
Salão Duas Rodas 2019: 7 scooters que são destaque
Pequeno ‘scooter aventureiro’
O ADV 150 tem conjunto mecânico parecido com o do PCX, mas com suspensões mais longas e um visual mais “parrudo”, inspirado no X-ADV. Ele é impulsionado por motor de 150 cc de cilindrada, que pode fazer consumo de 46,6 km/l. No caso do ADV 150, o monocilíndrico rende 14,5 cavalos de potência.
Honda ADV 150 no Salão Duas Rodas 2019
Fábio Tito/G1
No mercado asiático, onde ele é vendido, o modelo tem autonomia máxima de 373 quilômetros partindo com o tanque completo. O ADV 150 é oferecido com freios combinados ou ABS, além do sistema ‘start-stop’, fora do Brasil, mas ainda não há detalhes de como seria suas especificações por aqui.
Na dianteira, o modelo conta com rodas de 14 polegadas, enquanto tem uma de 13 polegadas na traseira. O ADV 150 possui uma maior proteção aerodinâmica que o PCX, com um bolha ajustável na frente.
Farol traseiro do Honda ADV 150 no Salão Duas Rodas 2019
Fábio Tito/G1