Homem é preso após invadir mansão de Gisele Bündchen nos EUA


Homem de 34 anos foi encontrado sentado em sofá no porão da casa no estado de Massachusetts. Tom Brady e Gisele Bündchen no Baile de Gala do Met 2018, em Nova York (EUA)
Eduardo Munoz/Reuters
Um homem foi preso nesta segunda-feira (7) após invadir uma mansão da modelo brasileira Gisele Bündchen e de seu marido, o jogador de futebol americano Tom Brady.
De acordo com o departamento de polícia da cidade de Brookline, no estado de Massachusetts, policiais responderam ao alarme residencial da propriedade do casal.
Lá, encontraram um homem de 34 anos, Zanini Cineus, sentado em um sofá no porão. Ele vai responder a acusações de arrombamento com intenção de cometer um crime, tentativa de furto e invasão de propriedade.
De acordo com a polícia, Cineus já tinha diversos mandados de prisão por problemas de 2019.
O casal tinha colocado a casa à venda em 2019 por US$ 40 milhões, mas retirou a propriedade do mercado no começo da pandemia.