Harley-Davidson retoma atividades de sua fábrica motos no Brasil


Produção em Manaus (AM) estava parada desde 30 de março por causa da pandemia de coronavírus. Empresa diz que nenhum funcionário foi demitido ou teve contrato suspenso por conta da crise provocada pela doença. Harley-Davidson retomou produção no Brasil; fábrica estava parada pela pandemia de coronavírus
Guilherme Veloso/Harley-Davidson do Brasil
A Harley-Davidson retornou sua produção de motos em Manaus (AM) após paralisação causada pela pandemia de coronavírus. Suas atividades estavam suspensas desde o dia 30 de março e voltaram à ativa na segunda-feira (27).
De acordo com a montadora, os recursos de flexibilização trabalhistas da MP 936 não estão em uso. “Nenhum funcionário foi desligado ou teve contrato suspenso por conta da paralisação temporária”, afirmou a montadora, em nota ao G1.
A fabricante também disse que segue as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A “Harley-Davidson do Brasil continua monitorando a situação de perto e fará ajustes adicionais conforme necessário”, afirmou.
Em São Paulo, onde a empresa possui o escritório sede do Brasil, os funcionários estão em home office desde 17 de março.