Hamilton de Holanda faz a marcha ‘Boas festas’ cair no suingue de big band


Bandolinista reúne 15 músicos na gravação da música natalina de Assis Valente, reapresentada em single arranjado pelo trombonista Rafael Rocha. ♪ Apresentada na voz do cantor Carlos Galhardo (1913 – 1985), em disco lançado em dezembro de 1933, a marcha natalina Boas festas logo se tornou um dos maiores sucessos do cancioneiro autoral do compositor baiano Assis Valente (1911 – 1958).
Com letra melancólica, Boas festas também se diferenciou no repertório natalino do Brasil por diluir a ideia de um Papai Noel acessível a todos. Não, nem todo mundo é filho de Papai Noel em um Brasil marcado por profunda desigualdade social.
Em que pese toda a tristeza da composição, também conhecida como Anoiteceu, Boas festas se tornou um clássico do cancioneiro natalino nacional, sendo alvo de diversas abordagens de artistas como Caetano Veloso e Simone (no controvertido disco de Natal 25 de dezembro).
Capa do single ‘Boas festas’, de Hamilton de Holanda e amigos
Divulgação
Em 2020, Hamilton de Holanda se junta a esse vasto elenco de intérpretes de Boas festas no single que chegou aos players digitais em 24 de dezembro, véspera do Natal, em edição da gravadora Deck.
No registro instrumental do bandolinista, Boas festas é feita em ritmo de jazz, caindo no suingue das big bands com arranjo e mixagem do trombonista Rafael Rocha. O single é assinado por Hamilton de Holanda e amigos porque a gravação inédita reúne o bandolinista com nada menos do que 15 músicos.
São quatro trompetistas (Bruno Santos, Diego Garbin, Jessé Sadoc e Jorginho Trumpete), cinco saxofonistas (Danilo Sinna e Roger Rocha II no sax alto, Eduardo Neves e Josué Lopez no sax tenor e Henrique Band no sax barítono) e três trombonistas (Joabe Reis, Jorginho Neto e Rafael Rocha), além do baixista Guto Wirtti, do pianista Salomão Soares e do baterista Thiago Rabello.