Grupo de teatro oferece experiência inédita e ao ar livre em São Paulo


Peça ‘O Protocolo Volpone’ é a primeira a ser apresentada ao vivo e com público desde março. Pessoas assistem ao espetáculo dentro de cabines de plástico. ‘O Protocolo Volpone’ é apresentada no estacionamento do teatro Arthur Azevedo, em São Paulo; espectadores ficam isolados em cabines de plástico
Amanda Perobelli/Reuters
Um teatro de São Paulo inaugurou um novo espaço externo em meio à pandemia de coronavírus, oferecendo aos espectadores assentos localizados dentro de pequenas cabines de plástico individuais e com distanciamento social. 
Os espectadores puderam assistir à peça “O Protocolo Volpone”, da companhia Bendita Trupe, em um cenário montado ao ar livre no estacionamento do teatro Arthur Azevedo, na zona leste, de São Paulo.
Na montagem, os atores usam máscaras e não têm contato entre si, interrompendo seus movimentos no ar pouco antes de tocar os outros intérpretes. Daniel Alvim, Helena Ranaldi, Joca Andreazza e outros sete atores estão no elenco.
“O Protocolo Volpone – Um Clássico em Tempos Pandêmicos” é a primeira obra ao vivo e com público realizada em São Paulo desde que a pandemia forçou o fechamento dos teatros e outros espaços de cultura. O espetáculo fica em cartaz até 8 de novembro.
Apesar do governo local ter autorizado a reabertura dos teatros no início do mês, menos de dez espaços da cidade o fizeram. 
Talvez por isso, a companhia de teatro adotou medidas de proteção ainda mais rígidas do que as recomendadas pelas autoridades. 
“Estamos aqui não para provar alguma coisa, mas para mostrar um protótipo, um exemplo de que é possível fazer teatro antes de chegar a vacina, com todos os protocolos de segurança para que o público se sinta seguro e possa ir ao teatro”, disse à Reuters Johana Albuquerque, diretora do espetáculo.
LEIA MAIS: Teatro on-line: companhias se reinventam em peças no Zoom com atores em casa durante quarentena
VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento