Gravação de clipe de Gabriel O Pensador em cemitério de Uberlândia será apurada; cantor fez vídeo sobre polêmica


Música ‘Patriota Comunista’ Música foi lançada nesta quarta (21) e cenário gerou polêmica depois que moradora afirmou que memórias dos pais enterrados foram desrespeitadas; vereador enviou ofício ao Município para saber se houve autorização. O G1 procurou o Cemitério Parque dos Buritis. Gabriel O Pensador fala sobre polêmica de clipe gravado em cemitério de Uberlândia
A gravação do clipe “Patriota Comunista” do cantor Gabriel O Pensador, encenado no Cemitério Parque dos Buritis em Uberlândia, será apurada pela Prefeitura. A decisão foi tomada após um vereador da cidade perguntar ao secretário Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos se o Município tinha autorizado o evento. O ofício do parlamentar foi enviado ao Executivo depois que uma moradora da cidade, que tem os pais enterrados no local, afirmou em rede social que se sentiu desrespeitada.
O clipe lançado na madrugada desta quarta-feira (21) mostra, segundo o cantor, as pessoas que morreram no último ano no Brasil. Entre elas, está o pai dele, o médico Miguel, que faleceu com problemas respiratórios em abril de 2020. O vídeo critica a realidade política do Brasil e o descaso do governo com a pandemia da Covid-19. Numa das cenas do clipe, Gabriel O Pensador é sufocado dentro de um caixão por mãos que seguram a bandeira do Brasil. Sobre a reclamação, em vídeo (veja acima) ele disse que respeita a todos e também pede respeito à liberdade de expressão dele.
A gravação no cemitério de Uberlândia ocorreu no dia 5 de julho e o making of foi mostrado pelo próprio cantor nas redes sociais. “Minha próxima música é um grande desabafo pra gente refletir sobre tudo o que está acontecendo”, disse na ocasião.
Gabriel O Pensador em frente ao Cemitério Parque dos Buritis em trecho do clipe
Reprodução/Videoclipe
Dez dias depois da gravação do clipe, a organizadora de eventos Juliana Lessa, que enterrou os pais há menos de 8 meses no local, criticou a administração do Cemitério Parque dos Buritis e pediu providências.
“Venho através das minhas redes sociais manifestar minha indignação com o @cemiterioparquedosburitis, que permitiu a utilização da sua estrutura, para gravação de um Clipe do Rapper Gabriel, O Pensador. Quando escolhemos o Cemitério para Sepultar e Cremar nossos entes, não imaginávamos tamanho desrespeito, que teriam com as famílias que perderam seus entes e que estão sepultados no estabelecimento que se intitula como “cemitério”, publicou em rede social.
Ainda na postagem, Lessa citou o vereador Antonio Augusto Queijinho, informando que ele havia sido solidário com a situação. No mesmo dia, o parlamentar enviou ao secretário de Meio Ambiente e Serviços Urbanos João Batista Ferreira Júnior um ofício para saber se houve autorização do poder público para a gravação do clipe.
Ao G1 o parlamentar informou que foi respondido. “Após o encaminhamento desse ofício, o secretário informou que notificou o cemitério e vai dar início a instauração de procedimento administrativo para apurar a realização desse clipe sem a autorização do Município”.
Também nesta quarta, a Prefeitura respondeu ao questionamento do G1 e confirmou que o caso será investigado.
“A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos vai abrir sindicância para apurar e entender melhor a situação. Não houve pedido para gravação e o município não tinha conhecimento”.
Gabriel dentro de uma das salas de velório do Cemitério Parque dos Buritis em trecho do clipe
Reprodução/Videoclipe
O G1 fez contato com o Cemitério Parque dos Buritis e também com Juliana Lessa, mas não obteve retornos com posicionamentos até a última atualização da reportagem.
Já o cantor Gabriel O Pensador agradeceu em uma rede social ao cemitério e afirmou que sofreu intimidação indevida.
“Manter a serenidade e o bom senso ao lidar com iniciativas maldosas nem sempre é fácil. Não sou dono da razão e esta é a minha única certeza, que procuro exercitar em situações adversas. Sofremos intimidação indevida e agora com a música lançada fica mais fácil entenderem que não era pra tanto, mas retiramos do clipe as imagens em que, mesmo de longe e sem possibilidade alguma de identificação, apareciam algumas lápides. Deixo aqui expresso meu respeito a todos, mas exijo que me respeitem também, e a minha liberdade de expressão”.
Cena do videoclipe onde o cantor é sufocado com a bandeira do Brasil
Reprodução/Videoclipe
VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas