Gol descarta cancelar encomendas de Boeing 737 Max


Presidente da empresa acredita que os voos com esse modelo serão liberados em algumas semanas. A Gol não pretende voltar atrás em seu plano de adquirir 130 novos aviões do modelo Boeing 737 Max para renovar sua frota. A companhia é a maior usuária na América Latina de aviões da Boeing.
Em março, a Gol suspendeu preventivamente o uso de 7 aviões Boeing 737 Max 8, após notícias de dois acidentes aéreos em 5 meses com aviões do mesmo modelo.
Boeing 737 Max 8 da Gol
Divulgação/Gol
“Não vamos rever as encomendas desses aviões. O 737 Max é provavelmente a melhor aeronave já produzida. Já voamos mais de 12 mil horas com esse modelo sem problemas”, afirmou Paulo Kakinoff, presidente da Gol.
Após acidentes, Boeing atualiza manual e software de controle de voo dos 737 MAX
O executivo disse esperar que a Boeing corrija os problemas da aeronave em breve. Ele estima que em algumas semanas os voos com esse modelo serão liberados novamente e considera possível que a liberação aconteça mesmo antes da temporada de férias de julho.
O executivo disse ainda que a companhia está acompanhando recuperação judicial da Avianca Brasil de perto, mas ainda sem participação direta. Kakinoff disse que a empresa faz uma avaliação mercadológica da rival, da mesma forma que avalia todos os movimentos do mercado.