Gestora de private equity do Itaú compra fatia em holding da WiseUp por R$ 200 milhões

Do total obtido com a venda, R$ 130 milhões dos recursos serão distribuídos aos sócios e os R$ 70 milhões remanescentes serão destinados a investimentos. Gestora de private equity do Itaú Unibanco, a Kinea Investimentos comprou uma participação minoritária na Wiser Educação, dona da rede de escolas de idiomas WiseUp, por R$ 200 milhões.
Como parte da negociação, que durou cerca de seis meses, os empresários Flávio Augusto da Silva e Carlos Wizard Martins, que detinham 65% e 35% da holding, respectivamente, diluíram suas participações.
“Todo mundo foi diluído igualmente”, afirmou Silva em entrevista à Reuters nesta segunda-feira (15), sem informar os percentuais.
Do total obtido com a venda, R$ 130 milhões dos recursos serão distribuídos aos sócios e os R$ 70 milhões remanescentes serão destinados a investimentos em novos projetos ou aquisições, contou o empresário, que é fundador da WiseUp.
“Monitoramos o mercado e temos vários parceiros avaliando oportunidades em tecnologia e educação, mas a prioridade antes de uma aquisição é financiar em até 100% a abertura de 300 franquias nos próximos 3 anos”, disse.
De acordo com Silva, a Wiser Educação tem geração de caixa suficiente para bancar esse projeto, que exigirá um investimento total de R$ 120 milhões em três anos.
Em 2018, a holding faturou R$ 161 milhões, quase 24% mais ante 2017. Só no primeiro trimestre deste ano, a receita da Wiser Educação cresceu 30,6% na comparação anual, para R$ 64 milhões.
“Apesar de a macroeconomia ter influência nos negócios, somos uma empresa brasileira com 24 anos de atuação e estamos acostumados com oscilações… Acabamos aprendendo a navegar nesse mar”, afirmou Silva sobre as perspectivas para 2019.