GDC 2020, conferência de desenvolvedores de games, é adiada por causa do coronavírus


Organizadores de um dos eventos mais importantes da indústria lamentam decisão após diversas empresas cancelarem participação por preocupação com a doença. GDC 2020 aconteceria em San Francisco, nos Estados Unidos
Divulgação
Os organizadores da Conferência de Desenvolvedores de Games 2020 (GDC 2020, da sigla em inglês) anunciaram nesta sexta-feira (28) que o evento seria adiado.
A decisão foi tomada após diversas empresas participantes, como Sony e Microsoft, cancelarem suas presenças por preocupações com a epidemia do coronavírus.
“Depois de passar um ano preparando o show com nossos conselhos, palestrantes, exibidores e parceiros de evento, estamos genuinamente decepcionados por não podermos recebê-los neste momento”, escreveram os organizadores em um comunicado.
“Como todos têm nos lembrado, grandes coisas acontecem quando a comunidade se une e se conecta na GDC. Por essa razão, temos toda a intenção de realizar um evento mais tarde no verão (do hemisfério norte, que acontece entre junho e setembro)”.
Nas últimas semanas, diversos participantes importantes haviam cancelado sua presença no evento preocupados com a doença. Além das fabricantes do PlayStation e do Xbox, a Epic Games, a Kojima Productions, a EA e o Facebook já tinham anunciado que não estariam lá.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou para “muito alto”, o maior possível, o risco mundial da epidemia de Covid-19, a infecção causada pelo novo coronavírus. A agência de Saúde da ONU disse que há, além de China, casos registrados da doença em outros 49 países.
Na região da Califórnia onde fica San Francisco, cidade que recebe a GDC, o governo monitora 8,4 mil pessoas suspeitas de estarem com o vírus.