Gabriel O Pensador se une a Gabz e ao Ponto de Equilíbrio para atacar o racismo no single ‘Vamo aí’


A rapper carioca e o grupo de reggae são os convidados do artista na gravação da música que cita as mortes de João Pedro e George Floyd. ♪ Os assassinatos do adolescente brasileiro João Pedro Mattos Pinto (2006 – 2020) e do adulto norte-americano George Floyd (1974 – 2020) – ambos negros e ambos mortos por tiros disparados em desastradas ações policiais, sendo que Floyd foi asfixiado sem motivo por policial branco e João Pedro foi atingido dentro de casa, durante operação policial na comunidade fluminense em que residia – causaram protestos no Brasil e no mundo.
A revolta de parte da sociedade reverberou inclusive em músicas com alusões aos crimes. Tradicionalmente engajado em causas humanitárias e na luta contra a opressão desde que surgiu em cena, em 1992, o rapper carioca Gabriel O Pensador se une à rapper conterrânea Gabz e ao grupo de reggae Ponto de Equilíbrio, também carioca, para atacar o racismo nos versos de Vamo aí.
Música inédita, Vamo aí será lançada em single programado para sábado, 20 de junho. Mas o clipe originário da gravação – filmado com cenas gravadas em estúdio e na Ilha da Gigóia, no Rio de Janeiro, sob direção de PH Stelzer – já entra em rotação nesta sexta-feira, 19 de junho.
Na letra de Vamo aí, o Pensador combate o racismo e também critica os que ficam indiferentes diante das formas cotidianas de opressão. As mortes de João Pedro e João Floyd são citadas em versos de Vamo aí.