Funcionários dos Correios encerram greve e voltam ao trabalho na Zona da Mata 


Decisão foi tomada em assembléia após resultado de julgamento no Tribunal Superior do Trabalho. Carros ficaram parados nos Corrios nesta terça-feira (13) em Juiz de Fora
Reprodução/TV Integração
Os funcionários dos Correios da Zona da Mata voltaram ao trabalho nesta quarta-feira (14). A categoria decidiu em assembleia na terça (13) encerrar a greve iniciada à 0h de segunda-feira (12). O motivo foi que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) autorizou a empresa a alterar as regras do plano de saúde dos funcionários.
“O TST quebrou tudo aquilo que a gente acordou com a empresa. Não havia razão para manter o movimento após o resultado do julgamento de segunda. Alguns retornaram ao trabalho nesta terça e a maioria volta nesta quarta”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Comunicação Postal, Telegráfica e Similares (Sintect) de Juiz de Fora e Região, João Ricardo Guedes.
A categoria iniciou mobilização questionando as mudanças na cobrança do plano de saúde, a suspensão das férias e a ameaça de privatização da empresa, entre outras demandas. De acordo com Guedes, a Federação Nacional dos Trabalhadores vai entrar com embargos contra a decisão. Na região, a adesão ficou em torno de 120 funcionários.
Em nota enviada à imprensa, a assessoria dos Correios em Minas Gerais informou que a direção aguarda a publicação da decisão para avaliar o impacto nas contas da empresa e adotar as medidas para a implantação das novas regras. As novas regras começam a vigorar a partir da publicação da decisão do TST no Diário da Justiça.
Para o presidente dos Correios, Guilherme Campos, a decisão representa um grande avanço para a retomada do processo de recuperação da empresa, que enfrenta uma grave crise financeira.

Powered by WPeMatico