Funcionários da Activision Blizzard fazem greve e protestam contra empresa após processo por assédio sexual


Ação movida pelo Departamento de Emprego e Habitação da Califórnia acusa desenvolvedora de manter ambiente hostil e desigual para mulheres. Funcionários e manifestantes protestam em apoio a processo por abuso sexual em frente à sede da Activision Blizzard, nos Estados Unidos
David McNew/AFP
Funcionários da Activision Blizzard, uma das maiores empresas de games do mundo, realizaram uma greve e um protesto em frente à sede da empresa nos Estados Unidos nesta quarta-feira (28).
Com a participação de outros manifestantes, eles demonstravam apoio a um processo por assédio sexual contra a desenvolvedora de franquias como “Warcraft” e “Call of Duty”.