Frente fria provoca chuva no Sul e Sudeste; onda de calor continua em parte do Brasil


Calor extremo que atingiu o país nos últimos dias com recordes em vários estados deve continuar até essa sexta (9), segundo o Inmet. Risco é de temporal em SC e no RS nesta quinta-feira
A onda de calor que atingiu o Brasil nos últimos dias com recordes em vários estados deve continuar até essa sexta-feira (9), segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
Nesta quinta (8), uma frente fria rompe o bloqueio atmosférico e diminui as temperaturas no Sul, Sudeste e em parte do Centro-Oeste, além de causar temporais em Santa Catarina, risco de chuva forte no norte do Rio Grande do Sul e pancadas no Paraná.
Confira a previsão do tempo para a sua cidade.
VEJA TAMBÉM: Setembro foi o mais quente da história, segundo o serviço de mudança climática europeu
A chegada da frente fria também deve causar instabilidade e chuvas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e no Espírito Santo, principalmente à tarde e à noite.
A umidade da região amazônica causa temporais no Amazonas e parte dessa umidade deve conseguir passar para o sul, provocando pancadas isoladas nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Calor extremo
O alerta para o perigo de morte por hipertermia emitido pelo Inmet na segunda-feira (5) para partes do Centro-Oeste e do Sudeste, além de áreas do estado do Tocantins, continua válido até esta quinta ou sexta-feira (9), dependendo da localidade.
Mapa mostra estados com risco de calor extremo nesta quinta-feira (8)
Reprodução/TV Globo
A hipertermia é a condição caracterizada pela elevação da temperatura corporal quando o organismo produz (febre) ou absorve mais calor do que consegue dissipar.
Veja orientações do Inmet para enfrentar período de calor e seca:
Beber bastante líquido
Não praticar atividades físicas
Evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia
Usar hidratante para pele e umidificar o ambiente.
VÍDEOS: calor pelo país no começo da primavera