França anuncia 4º morte por coronavírus; mais de 100 escolas foram fechadas no país


Ao todo, a França tem 191 casos confirmados do novo coronavírus. País não deu detalhes sobre a vítima. França fecha escolas após caso suspeito de coronavírus
Francois Nascibeni/AFP
A França anunciou nesta terça-feira (3) a quarta morte ligada do coronavírus no país, segundo a agência de notícias Reuters. A primeira morte havia sido registrada em 26 de fevereiro. Ao todo, a França tem 191 casos confirmados do novo coronavírus.
Como se prevenir do coronavírus? Como é a transmissão? Veja perguntas e respostas
As autoridades francesas não deram mais detalhes sobre a vítima – não se sabe se ela esteve na China ou se passou por algum país com registros da doença, ou ainda se é um caso de transmissão interna.
Em meio ao avanço da doença, uma das medidas tomadas para conter o vírus foi o fechamento de escolas.
França fecha escolas após casos suspeito de coronavírus. Na imagem, estudantes usam máscaras ao chegar na escola Jean-de-la-Fontaine, em Crepy-en-Valois (Oise).
Francois Nascimeni/AFP
Quase 120 instituições do ensino fundamental e médio foram fechadas na França, sobretudo nas duas regiões que são focos do novo coronavírus, segundo a AFP, citando o ministro francês da Educação, Jean-Michel Blanquer.
O ministro afirmou que o fechamento dos centros de ensino afeta quase 35 mil alunos em Oise (ao norte de Paris) e 9 mil em Morbihan (oeste da França), as duas áreas mais afetadas do país.
Em Montreuil, nas proximidades de Paris, as autoridades também decidiram suspender as aulas de uma turma de 20 alunos por 14 dias depois que um estudante foi diagnosticado com o vírus.
“Poderemos adotar medidas deste tipo nos próximos dias”, afirmou o ministro, que descartou a ideia de fechamento total das escolas.
As autoridades proibiram eventos em locais fechados com mais de 5.000 pessoas e cancelaram a meia maratona de Paris. Também suspenderam as viagens escolares ao exterior.
O Museu do Louvre, em Paris, permaneceu fechado no domingo e na segunda-feira pela decisão de seus funcionários de não trabalhar devido ao risco do coronavírus.
VÍDEO
Número de casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil pula para 433
Coronavírus: sintomas, risco no Brasil e tudo o que se sabe até agora
Initial plugin text