Ford Mustang Mach-E ganha conceito com 7 motores elétricos e 1.419 cavalos de potência


De acordo com a marca, o protótipo foi criado para mostrar até onde os carros elétricos podem chegar. Escute o som do Mustang Mach-E de 1.419 cavalos
Revelado no final de 2019, o Mustang Mach-E ganhou um protótipo exclusivo para as pistas a partir de uma parceria da Ford Performance com a preparadora RTR. A unidade exclusiva do SUV elétrico entrega nada menos do que 1.419 cavalos de potência. Não há planos para produção em série.
De acordo com a fabricante, o grande propósito do conceito é “demonstrar as possibilidades de desempenho da propulsão elétrica”. Por isso, foram aplicadas 10 mil horas de desenvolvimento ao modelo, que fará sua primeira aparição pública durante uma corrida da Nascar em breve.
Ford Mustang Mach-E 1.400
Divulgação/Ford
O Mustang Mach-E 1.400 é equipado com uma bateria de 56,8 kWh de ultra desempenho e alta taxa de descarga, que alimenta os 7 motores elétricos – 3 instalados na dianteira e 4 na traseira. O resultado vem na forma de 1.419 cv de potência e 360 kgfm de torque.
Ford Mustang Mach-E
Divulgação/Ford
“O desafio era controlar os níveis extremos de potência fornecidos pelos sete motores”, disse Mark Rushbrook, diretor de automobilismo da Ford Performance. “O Mustang Mach-E 1.400 é uma vitrine da arte do possível com um veículo elétrico”, completou.
A Ford garante que o modelo pode ser utilizado em diversas modalidades, desde corridas em pistas de altas velocidades, até em drifts. Isso porque o chassi e a motorização são configurados para permitirem vários cenários, como tração dianteira, traseira ou nas quatro rodas.
Além disso, o elétrico recebe capô com fibras orgânicas compostas, uma alternativa à fibra de carbono, frenagem regenerativa em conjunto com o ABS e o controle de estabilidade, e os mesmos freios do Mustang GT4.
Ford Mustang Mach-E 1.400
Divulgação/Ford