Filha de Dudu Nobre, Lily Nobre se alinha com outra dinastia musical ao se lançar como cantora e compositora


Artista aposta na pegada do ‘trap pop’ em ‘Camomila’, single que sucede ‘A vilã’. ♪ Filha de Adriana Bombom e Dudu Nobre, sambista carioca que seguiu a linha de Zeca Pagodinho ao ser revelado nos anos 1990, Lily Nobre se apresenta como cantora e compositora neste ano de 2021 sem dar continuidade à dinastia.
Mais identificada com o som de cantoras como Anitta, Beyoncé, Ludmilla e Nicki Minaj, a artista aposta nos beats eletrônicos, em parceria com o produtor musical Biggie Diehl, transitando com pegada pop por gêneros como rap e trap.
Camomila – música inédita que Lily Nobre lança amanhã, sexta-feira, 19 de novembro – é caracterizada como “trap pop”, por exemplo.
Camomila é o segundo single da cantora e sucede A vilã na discografia iniciada por Lily Nobre em julho. Assim como A vilã, Camomila é composição assinada pela artista com Biggie Diehl, parceiro responsável pela produção musical dos dois fonogramas.
Com Camomila, a intenção da cantora é oferecer dose de esperança e otimismo.