Fernanda Diamant deixa curadoria da Flip


Em nota, editora disse que Festa Literária Internacional de Paraty precisa se ‘renovar’. Evento ainda não anunciou quem a substitui. Fernanda Diamant, curadora da Flip 2019
Walter Craveiro/Divulgação
A editora Fernanda Diamant deixou a curadoria da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) nesta quarta-feira (12).
Em nota divulgada para a imprensa, ela disse que o evento precisa se renovar. “A Flip agora precisa de uma curadora negra para reinventá-la nesse mundo pós pandemia. Uma mulher negra, na minha opinião, é a renovação que o evento mais importante da literatura do país precisa. Ao longo de 18 anos, a curadoria da Flip jamais foi ocupada por uma pessoa negra. Passou da hora disso mudar.”
A editora também mostrou descontentamento com a remarcação da data do evento, adiado por causa da pandemia de coronavírus.
“À minha revelia, a Flip foi postergada para novembro. A pandemia se agravou. Cada vez mais me parecia que a celebração desenhada previamente pertencia a uma outra época e tinha perdido sentido. Não havia nada a ser comemorado. Ainda não há. Era preciso repensar a curadoria e até mesmo o próprio evento —virtual ou não— à luz dos acontecimentos.”
Diamant assumiu o posto de curadora do evento em setembro de 2018 e comandou a edição de 2019, que homenageou Euclides da Cunha.
Quando assumiu a curadoria da Flip, declarou que queria “ampliar a diversidade da Festa Literária, trazendo autoras e autores de diferentes gêneros – na ficção e na não-ficção – e buscar novos formatos de mesas literárias”.
Formada em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), ela trabalhou como editora da Publifolha e da Editora 34. Atualmente, edita a revista literária “Quatro cinco um” ao lado de Paulo Werneck, que foi curador da Flip em 2014, 2015 e 2017.
Como o medo do coronavírus está alterando rota do pop
Flip 2020
A organização da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) adiou a 18ª edição do evento para novembro. Inicialmente, ele estava previsto para acontecer de 29 de julho a 2 de agosto. Não foram divulgados os dias exatos em que a festa deve acontecer.
A escritora Elizabeth Bishop será a homenageada do evento de 2020. A americana será a primeira estrangeira homenageada desde a criação do evento, em 2003.
Flip 2019: Conheça as cinco principais atrações da Festa Literária Internacional de Paraty