Estudantes da rede pública de SP têm até quinta para manifestar interesse em cursos do Novo Ensino Médio


Processo para a manifestação de interesse é feita no site da Secretaria Escolar Digital (SED). A partir da seleção, os alunos vão definir as disciplinas a serem ofertadas nas escolas. Alunos do Ensino Médio retomam aulas presenciais em SP
Reprodução/TV Globo
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo prorrogou o prazo para que os alunos da rede pública de ensino realizarem manifestação de interesse nos itinerários formativos do Novo Ensino Médio até quinta-feira (15).
Os estudantes que estão na 1ª série do ensino médio devem acessar o site da Secretaria Escolar Digital (SED) e concluir o processo, que vai definir os cursos a serem oferecidos pelas escolas durante a rematrícula, em agosto.
Com as informações registradas pelos alunos, as escolas terão mais dados para definir os cursos a serem ofertados em agosto, durante o processo de rematrícula. São 10 opções de aprofundamento curricular. Ao todo, são quatro opções nas áreas de conhecimento (linguagens, matemática, ciências humanas e ciências da natureza).
Existem também seis opções integradas, que apresentam combinações (Linguagens e Matemática, Linguagens e Ciências Humanas, Linguagens e Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, além de Ciências Humanas e Ciências da Natureza).
Segundo a pasta, o Novo Ensino Médio apresenta uma grande curricular mais flexível e promove o protagonismo estudantil, por meio da oferta de conhecimentos específicos, conforme interesse individual.
Além de contribuir diretamente para o desenvolvimento do Projeto de Vida, oferece a possibilidade de aprofundamento em uma ou duas áreas e, consequentemente, melhor formação para o mercado de trabalho e ingresso no ensino superior.
O Ministério da Educação lançou nesta quarta-feira (14) o cronograma nacional para as ações de implementação do Novo Ensino Médio, que será a partir do ano que vem e de forma gradual.
Entre as mudanças previstas, estão a ampliação da carga horária, de 2,4 mil horas para 3 mil horas totais, e uma nova estrutura curricular.
A nova organização valerá para todas as escolas públicas e privadas do país e terá início em 2022 com o primeiro ano do ensino médio e será implantada de maneira progressiva. Em 2023, deverá ser aplicada no segundo ano. A expectativa é alcançar as três séries do ensino médio em 2024.
Qualificação via Novotec
Na manifestação, o estudante também pode demonstrar interesse em outros dois grupos de itinerários formativos.
Qualificação profissional: via Novotec Expresso, e permite aprofundamento curricular em uma das áreas do conhecimento e dois certificados profissionalizantes durante o ano. São cursos relacionados a programação, design, dados, tecnologia, ciências sociais e comunicação, por exemplo.
Curso técnico: alinhado ao programa Novotec Integrado, que oferece a oportunidade do estudante sair com um diploma de curso técnico e com o do ensino médio, sem aumentar a carga horária. No total, serão 21 opções de cursos técnicos: Administração, Marketing, Logística, Recursos Humanos, Comércio, Finanças, Contabilidade, Desenvolvimento de Sistemas, Informática para Internet, Serviços Jurídicos, Serviços Públicos, Guia de Turismo, Design Gráfico, Design de Interiores, Eventos, Nutrição e Dietética, Eletrônica, Eletrotécnica, Química, Análises Clínicas e Farmácia.
A partir de 2022, a 2ª série contará com 10 aulas semanais dedicadas ao aprofundamento curricular escolhido conforme as opções apresentadas pela escola. Na 3ª série, serão 20 aulas.
Como manifestar interesse?
Para participar, é preciso acessar o site da SED e realizar o processo no menu “Aluno”. Depois, basta selecionar os itens “Questionário de Interesse – Aprofundamento Curricular” e “Questionário Novo Ensino Médio”.
Vídeos: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana