Estudantes conhecem áreas restritas e escutam histórias em aeroporto do AP


Programação de aniversário de 39 anos do terminal atendeu alunos da escola Guanabara, em Macapá, nesta segunda-feira (12). Contação de histórias para crianças no aniversário de 39 anos do Aeroporto Internacional de Macapá
Fabiana Figueiredo/G1
Cerca de 30 crianças puderam conhecer os espaços do Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre, em Macapá, nesta segunda-feira (12). A programação marcou o aniversário de 39 anos do principal terminal aeroportuário do Amapá, sob administração da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).
As crianças são estudantes da Escola Estadual Modelo Guanabara, que funciona no Centro da capital, atendendo alunos do 1º ao 5º ano. Elas conheceram áreas restritas do aeroporto, como pistas de pedestres e a torre de controle, de onde acompanharam o pouso de um avião.
“Gostei de ver o avião aterrizar. Tem muito equipamento lá [na torre], quatro pessoas que conversaram com códigos de pouso com o piloto. Gostei muito de conhecer lá”, disse a estudante Maria Clara Gomes, de 7 anos.
Maria Clara Gomes conheceu torre de controle e sala de embarque do aeroporto
Fabiana Figueiredo/G1
Maria é filha da professora Lidiane Gomes, da sala de leitura da escola Guanabara, que acompanhou o passeio dos alunos. Ela contou que a visita foi um momento de muita alegria, principalmente para aqueles que não conheciam o terminal.
“Metade dos alunos não tinha entrado no aeroporto, então a expectativa foi grande. Eles passaram pelo detector, conheceram as vias dos pedestres e a torre de controle, para saber como funcionam as vias aéreas. Observaram a comunicação das pessoas entre a torre e o avião. Foi uma festa quando viram a sinalização do pouso”, comentou a professora.
A visita encerrou com a contação da história “Pescadores de Sonhos”, com a professora Ângela de Carvalho no próprio aeroporto e a distribuição de lanche. A experiência, segundo Lidiane, será retomado na sala de aula.
“Era um desconhecimento inclusive de nós, professores. Foi um momento de entender como funciona, são muitos detalhes que fazem tudo ocorrer bem no momento dos voos. A professora da turma vai retomar essas informações com atividades na escola”, finalizou Lidiane.
Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre, em Macapá, completou 39 anos sob administração da Infraero
Fabiana Figueiredo/G1
Dados divulgados pela Infraero informam que mais de 576,2 mil passageiros passaram pelos setores de embarque e desembarque do terminal em 2017.
O aeroporto Alberto Alcolumbre começou a ser administrado pela Infraero em 1979, mas a primeira pista de pouso de Macapá começou na Avenida FAB. No local foi fundado o Serviço de Aeronáutica em 1953 e o Aeroclube de Macapá em 1956. Dois anos depois, as atividades aeroportuárias foram transferidas para o local onde funciona o aeroporto atualmente.
Desde 2004, o novo terminal de passageiros segue em construção ao lado do prédio onde funciona o aeroporto. O cronograma de obras paralisou diversas vezes, com indícios de corrupção, o que gerou atrasos e a nova previsão de entrega da construção é para setembro de 2018.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Powered by WPeMatico