Estudante não encontra nome em lista de presença e deixa de fazer Enem, em Manaus


João Vitor Amorim Silva, de 18 anos, chegou ao local por volta de 11h e precisou fazer uma ‘peregrinação’ para tentar fazer a prova, mas não conseguiu. G1 aguarda posicionamento do Inep. Estudante não encontra o nome e deixa de fazer Enem em Manaus
O estudante João Vitor Amorim Silva, de 18 anos, foi um dos candidatos que deixaram de fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nesta terça-feira (23), em Manaus. Ele chegou ao local de prova – a Universidade Nilton Lins, na Zona Centro-Sul da capital – às 11h. No entanto, ao procurar a sala indicada no cartão de confirmação, não encontrou seu nome na lista de presença.
As provas do Enem, no Amazonas, ocorrem nesta terça e quarta-feira (24). O certame, que deveria ter sido realizado em janeiro, junto do restante do país, foi adiado após um novo surto de Covid-19. No estado, são esperados 163.444 candidatos. Além do Amazonas, estudantes de Rondônia e de outros estados do país também realizam a prova.
“Cheguei por volta das 11h na portaria e me enviaram para o quarto andar. No aplicativo e no site no Inep estava indicando que eu iria fazer a prova em uma sala do quarto andar aqui no prédio. Cheguei nas coordenadorias que têm os nomes dos estudantes que iam fazer a prova no quarto andar, mas meu nome não estava em nenhuma lista”, explicou.
Preocupado, o estudante começou a descer pelos andares da unidade, verificando se seu nome constava em alguma das listas de presença. Mas, sem encontrar, foi encaminhado para o Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas V, que fica dentro da universidade.
Lá, também não conseguiu achar seu nome e foi levado até a direção da unidade de ensino, que o orientou a voltar para o prédio indicado no cartão de confirmação emitido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). No entanto, encontrou portões fechados e não pôde fazer a prova.
“Quando cheguei aqui os portões estavam fechados. Eu estava preocupado de acontecer algo no decorrer da prova e fui o premiado de acontecer logo comigo. Falei com os meus pais, ainda não contei tudo o que aconteceu, pois estava tentando resolver. Vou tentar entrar com um recurso para provar que eu vim, estava aqui, mas não encontrei meu nome”, desabafou.
O G1 entrou em contato com o Inep sobre o caso do estudante e aguarda resposta.
Estudante não encontrou nome na lista de presença e não pôde fazer exame.
Matheus Castro/G1 AM
Veja os vídeos mais assistidos do G1 Amazonas