Estocolmo rebatiza casa de shows em homenagem a DJ Avicii


Artista fez um de seus primeiros shows no local, anteriormente conhecido como Globen. ‘Foi um marco para ele’, disse Klas Bergling, pai do DJ. Artista morreu em 2018. Avicii em foto publicada no Facebook em janeiro de 2018
Reprodução/Facebook/Avicii
Uma casa de shows e eventos esportivos de Estocolmo foi rebatizada de “Arena Avicii” em homenagem ao DJ Tim Bergling, morto em 2018 aos 28 anos.
Bergling, que usava o pseudônimo Avicii, conquistou fama internacional em 2011 com o single “Levels”, mas parou de fazer turnês em 2016 devido a problemas médicos, inclusive de saúde mental.
Conhecida anteriormente como Globen (“globo”, em sueco) por causa de seu formato esférico, a arena de esportes e local de espetáculos abriu em 1989, o ano de nascimento de Avicii, e é uma das maiores da Suécia, podendo receber até 16 mil pessoas.
Avicii fez um de seus primeiros shows de sucesso ali.
“Foi um marco para ele tocar no Globen”, disse Klas Bergling, o pai do DJ.
Ele contou à Reuters que a história de seu filho iniciou um debate sobre saúde mental, e que espera que rebatizar a instalação conscientize mais pessoas sobre doenças mentais, especialmente entre os jovens.
Em sua carreira curta, Avicii se tornou um dos maiores astros da música eletrônica. Sua faixa “Wake Me Up” foi vista no YouTube mais de 2 bilhões de vezes, o que fez dele um dos vídeos de música mais populares do site.
Andreas Sand, gerente-geral da Estocolmo Live, empresa que administra a arena, disse que a Covid-19 causou dificuldades de saúde mental a muitas pessoas, além de devastar o setor de música ao vivo.
5 hits de Avicii