Esculturas de Salvador Dalí são roubadas de galeria de arte em Estocolmo


Bandidos levaram dez obras, mas certificados de autenticidade ficaram na galeria, segundo agência. Cada escultura está avaliada entre R$ 94 mil e R$ 235 mil. Ladrões quebraram a porta de vidro da galeria Couleur, no elegante bairro de de Östermalm, em Estocolmo, e levaram obras de Salvador Dalí nesta quinta-feira (30)
Ali Lorestani/TT News Agency / AFP
Dez esculturas do mestre do surrealismo Salvador Dalí foram roubadas nesta quinta-feira (30) em uma galeria em Estocolmo, afirmou o proprietário do local à AFP.
Os ladrões quebraram a porta de vidro da galeria Couleur, no elegante bairro de de Östermalm, e levaram as obras, estimadas entre 20.00 e 50.000 euros cada, equivalente a R$ 94 mil e R$ 235 mil, antes de fugir em um veículo, de acordo com testemunhas.
As esculturas de bronze, das quais existem cerca de 350 cópias numeradas no mundo, vieram de uma coleção suíça e haviam sido emprestadas.
Peder Enström, proprietário da galeria, considerou que “3, 4, 5 ou até 6 pessoas” poderiam ter sido responsáveis pelo roubo.
“Os certificados (de autenticidade das obras) não foram levados, o que é bom, porque será muito difícil vender as esculturas sem esses documentos”, acrescentou.