Esclerose múltipla: além de Guta Stresser, lembre de outros famosos que também têm a doença


Atriz diz que descobriu doença autoimune após fazer exames em 2020. Além dela, artistas como Claudia Rodrigues, Selma Blair e Christina Applegate também falaram sobre tratamentos. Guta Stresser, Selma Blair e Claudia Rodrigues são atrizes com esclerose múltipla
Reprodução/Instagram, Chris Pizzello/Invision/AP e Hugo Dourado/Stackeventos/Divulgação
A atriz Guta Stresser, que interpretou a personagem Bebel, em “A Grande Família”, falou sobre como recebeu o diagnóstico de esclerose múltipla e a sua convivência com a doença, em um depoimento à revista “Veja”.
A Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (Abem) define como uma “doença neurológica, crônica e autoimune”. Ou seja, quando “as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares”.
A esclerose múltipla atinge, geralmente, pessoas entre 20 e 40 anos de idade, com uma incidência maior entre as mulheres.
Desde que chegou ao diagnóstico após os primeiros sintomas, em 2020, ela se juntou a uma lista que conta com outros artistas.
Relembre outros famosos que foram diagnosticados com esclerose múltipla:
Claudia Rodrigues
Atriz Claudia Rodrigues, em foto de 2018
Adriane Bonato/Arquivo pessoal
Além de participar da série “A Diarista” como Marinete, a protagonista do seriado, Claudia também atuou em outros seriados e programas humorísticos de sucesso da Rede Globo, como “Caça Talentos”, “Zorra Total”, “Sai de Baixo”, “Escolinha do Professor Raimundo” e “Casseta & Planeta, Urgente!”.
A atriz foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2000. Desde então, ela foi internada diversas vezes para tratamento.
Ana Beatriz Nogueira
Ana Beatriz Nogueira no papel de Elenice, de ‘Um Lugar ao Sol’
Globo/Fábio Rocha
Ana Beatriz Nogueira já participou de inúmeras novelas na Globo, como “O rei do gado”, “Caminho das Índias” e “Malhação: Vidas Brasileiras”. Seu trabalho mais recente foi em “Um lugar ao Sol”.
A atriz revelou possuir esclerose múltipla em 2018, diagnosticada em 2009.
Selma Blair
A atriz Selma Blair chega ao Grammy em 2016
AP
A atriz americana Selma Blair revelou que sofre da doença em 2018.
Conhecida por seus papéis em filmes como “Legalmente loira” e “Segundas intenções”, a atriz de 46 anos, informou que foi diagnosticada depois de sofrer os sintomas “durante anos”.
“Eu estou incapacitada. Às vezes eu caio. Eu deixo cair coisas. Minha memória está nebulosa. E meu lado esquerdo está pedindo indicações a um GPS quebrado. Mas estamos fazendo isso. E eu dou risadas e não sei exatamente o que vou fazer, mas vou fazer o melhor que conseguir”, escreveu.
Christina Applegate
Christina Applegate em foto de janeiro de 2020
Jordan Strauss/Invision/AP/Arquivo
Christina Applegate, estrela da série “Samantha Who?”, falou sobre seu diagnóstico em 2021.
“Olá, amigos. Há alguns meses, eu fui diagnosticada com esclerose múltipla. Isso tem sido uma estranha jornada. Mas eu tenho tido apoio de pessoas que conheço que também sofrem dessa condição. Tem sido uma dura caminhada, mas como todos sabemos, a estrada tem que continuar. Ao menos que alguém a bloqueie”, escreveu ela no Twitter.
Christina Applegate venceu a categoria melhor atriz convidada no Emmy em 2003 por seu trabalho em “Friends”. No ano seguinte, foi indicada na mesma categoria pelo personagem na famosa série.
Em 2008 e 2009, foi indicada novamente ao prêmio. Desta vez, como Melhor Atriz por seu trabalho na série “Samantha Who?”.
Jack Osbourne
Jack Osbourne já falou sobre a esclerose múltipla
Reprodução/Instagram/jackosbourne
Filho da lenda do metal Ozzy Osbourne, Jack Osbourne foi diagnosticado em 2012, apenas três semanas após o nascimento de sua primeira filha.
Pouco depois, ele falou publicamente sobre a doença, por sentir “uma estranha obrigação”. “EM é muito comum e muito mais comum do que as pessoas pensam”, afirmou o apresentador.
“Muitas pessoas que são mais jovens estão nervosas de deixarem os outros saberem por causa do estigma que a acompanha.”
Jamie-Lynn Sigler
Jamie-Lynn Sigler ao lado do ator James Gandolfini em ‘Família Soprano’
Divulgação
Jamie-Lynn Sigler, conhecida por seu trabalho na série “Família Soprano”, revelou em 2020 que convivia com a doença há cerca de 15 anos.
“Você acharia que depois de tantos anos alguém estaria acostumada com algo assim, mas ainda é difícil de aceitar”, afirmou ela, na época.
A atriz contou que no começo não tinha sintomas, mas que eles foram aparecendo nos últimos 10 anos.