Erasmo Dibell promove reedição turbinada do álbum ‘Sarará’ com ‘Beijo na boca’ com Rita Benneditto


Artista maranhense tem disco reeditado com faixas inéditas por iniciativa de Zeca Baleiro. ♪ Em 1999, ao lançar o segundo álbum, Pérolas aos povos, a cantora maranhense Rita Benneditto deu voz a Filhos da precisão (1992), reggae de temática social de autoria do compositor conterrâneo Erasmo Dibell. Nada mais justo, tanto por essa relevante gravação como pela comum origem maranhense dos artistas, que Rita figure no time de convidados de Sarará, álbum em que Dibell reúne músicas novas e antigas.
A cantora é a convidada da gravação de Beijo na boca (2015), parceria do compositor com Ronald Pinheiro. O single Beijo na boca chega ao mercado fonográfico na sexta-feira, 20 de novembro, e é a sexta faixa revelada da reedição de Sarará, álbum repaginado com produção musical de Zeca Baleiro e Adriano Magoo.
Lançado sem visibilidade em 2015, o álbum Sarará foi turbinado por Baleiro – mentor da reedição – com algumas faixas inéditas, adicionadas aos fonogramas originais produzidos e arranjados por Dibell com Marcelo Rebelo e Moisés Mota.
Zeca Baleiro e Erasmo Dibell são parceiros na música ‘São Nunca’, uma das novidades da reedição de ‘Sarará’
Divulgação
Juntinhos e São Nunca (parceria de Baleiro com Dibell, gravada pelos cantores e já lançada em single) estão entre as novidades do álbum Sarará, que vem sendo reapresentado desde abril em série de singles iniciada com Intriga, música da década de 1990 reavivada por Dibell com a cantora moçambicana Lenna Bahule em produção orquestrada por Baleiro com o próprio Dibell.
Dentre as faixas já postas nas plataformas de áudio, há também Filhos da precisão, Navegante – gravada por Dibell para a edição original de Sarará com o toque da percussão do músico maranhense Papete, nome artístico do percussionista José de Ribamar Viana (1947 – 2016), falecido um ano após o lançamento artesanal do álbum – e Refresco de memória.
Nascido na interiorana cidade maranhense de Carolina (MA), Erasmo Dibell é compositor, cantor e violonista, cuja carreira fonográfica foi iniciada em 1993 com a edição de disco produzido por Papete.