Entenda o que é Grafologia e como é usada na avaliação de candidatos

Imagem: Pixabay

Imagem: Pixabay
Programa Inova 360

Por Simone Coelho

A Grafologia é uma ciência muito respeitada no mundo inteiro e tem cadeira em Psicologia em diversas Universidades do mundo, incluindo Harvard. Nas entrevistas para recrutamento e seleção, por exemplo, o que é dito pelo candidato, normalmente é o que os selecionadores querem ouvir. Mas quando a Grafologia é utilizada é possível aumentar o índice de acerto no perfil do candidato, comparando o que foi dito na entrevista e o que foi projetado na escrita de forma inconsciente. Isso porque não há um filtro racional e intencional, e aí é que podemos identificar as reais características dos candidatos e avaliar, diminuindo o índice de falhas no recrutamento.

As empresas se beneficiam de inúmeros cases a respeito de candidatos que foram bem nas entrevistas e que na Grafologia demonstravam aspectos comportamentais e de caráter que prejudicariam a empresa e suas equipes. São diversos exemplos de candidatos que apresentam potencial intelectual acima da média, porém, quando analisados pela escrita, demonstram problemas comportamentais graves que poderiam comprometer o desempenho.

No Brasil, por questões políticas, a Grafologia não se desenvolveu como em outros países, e poucos se dedicaram ao estudo aprofundado desta ferramenta tão útil e única. Por isso, nesse primeiro artigo, vou elencar cinco razões que mostram como a Grafologia pode ser uma ferramenta importante na avaliação recrutamento de candidatos.

1- A escrita não pode ser burlada, mesmo que a pessoa tente mudar os traços em um determinado momento, os sinais são evidenciados de uma forma ou outra na conjunção complexa dos sinais gráficos. Um gerente que concorreu a um cargo de recrutamento interno em uma grande empresa de Telecomunicações e que recebeu devolutiva do perfil disse: “Fiquei impressionado com o meu perfil, como pode descobrir coisas que eu nunca falei para ninguém e a forma como sou?”.

2- A escrita é um ato inconsciente, feito por impulsos cerebrais, o que se escreve é consciente, mas o que a grafia mostra não é do conhecimento de quem escreve; a escrita é uma espécie de holograma da personalidade.

3- Quando o Grafólogo é experiente, consegue rapidamente identificar os principais pilares da personalidade e do perfil analisado.

4- As empresas que utilizam a Grafologia apresentam baixo turnover e evitam custos de recontratação e gastos extras na área de Recursos Humanos.

5- Outros testes e inventários podem ser facilmente burlados e possuem um índice menor de acerto que chegam, ao máximo, a 70% ou 80% nas brechas das questões. A Grafologia é o único método de investigação que atinge a marca de 98%.

Enquanto se convencionou achar que somente testes caros e moldados podem avaliar o perfil de candidatos, a Grafologia é um método de simples aplicação, baixo custo, e que apresenta resultados comprovadamente superiores.

O que nossa experiência nos mostra é que muitas vezes as empresas não precisam comprar um sistema, mas sim de um bom e experiente Grafólogo.

Simone Coelho é escritora, psicóloga Organizacional e Grafóloga. É comentarista do programa Inova360, na Record News.

www.inspirea.com.br/grafologia