Enem 2021: não prestar atenção ao comando da questão pode levar ao erro até candidato bem preparado, dizem professores


Ler com atenção o que se pede em cada item é fundamental para identificar a resposta correta, explicam docentes do Curso Anglo. Veja vídeos com exemplos em história e geografia. Professor explica a importância de identificar as palavras de comando
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 vai acontecer em menos de 10 dias, e agora é hora de focar nos detalhes. Uma dica simples, mas fundamental, é estar atento aos comandos de cada questão, dizem os professores Sebastian “Sebá” Fuentes e Raphael “Tim” Amaral, do Curso Anglo (SP) (veja VÍDEO acima).
TEMPO REAL: veja as últimas notícias sobre o Enem 2021
É preciso ler com atenção, interpretar o enunciado da questão e identificar qual é o comando, ou seja, o que deve ser feito naquele item. A recomendação vale para todas as disciplinas, mas é em geografia e história que os docentes exemplificam o ponto. Confira:
Geografia
Exemplo de questão do Enem sobre agropecuária relacionada a questões ambientais.
Arte: g1
No primeiro exemplo, presente no vídeo do início da reportagem, o professor Sebá explica que o termo “diretamente” presente no enunciado é o principal indicador do que a questão procura.
“Existem vários problemas ambientais que vão afetar o setor da agropecuária, ao mesmo tempo, há alguns que o próprio setor da agropecuária provoca, mas a palavra ‘diretamente’ resolve”, destaca.
Na explicação, o docente detalha que, enquanto alguns problemas apresentados nas alternativas podem acarretar problemas que, eventualmente, vão impactar o setor, apenas um deles pode impactar diretamente a agropecuária. Portanto, a letra B é a alternativa correta.
“A prova de humanas do Enem tem muito texto, o aluno vai ficar o tempo de prova sentado, e é complicado, bate nervosismo, mas é preciso respirar e identificar qual é a palavra de comando ali”, completa.
LEIA TAMBÉM:
Como a pandemia de covid pode ser abordada no Enem 2021
Saiba porque interpretação de texto é tão importante em matemática quanto na redação
5 ingredientes para uma redação nota mil
História

Arte: g1
No exemplo sobre o Brasil Colônia, o desafio, segundo o professor Tim, é identificar o contexto da pergunta e notar quais elementos não fazem parte da resposta correta.
“Essa pergunta tem um perfil que o Enem adora explorar, que é de textos muito longos, em que no meio do caminho algo acontece, e o aluno fica com dificuldade de manter a concentração e de identificar exatamente do que ele está falando”, aponta ele.
Entender o contexto da pergunta é importante, sugere professor
Para identificar a alternativa correta, o professor explica (vídeo acima) que é preciso analisar as opções individualmente e, assim, ir dispensando aquelas que não correspondem a situações do contexto apresentado.
“Via de regra, na América Latina, a independência acarretou a abolição da escravidão. No Brasil, não. Aqui, uma vez que a dinastia de Bragança, seja Dom João VI ou Dom Pedro I, tinha boas relações com comerciantes de escravizados e com os senhores de escravos como um todo, a escravidão é mantida. Por isso, na nossa independência, tivemos a manutenção da escravidão e da monarquia”, finaliza.