Enem 2020: RJ terá participação de quase 390 mil pessoas que devem seguir medidas contra a Covid-19


Inep definiu que portões serão abertos mais cedo para evitar aglomerações. MetrôRio informou que vai funcionar normalmente das 7h às 23h neste domingo (17). Quase 390 mil pessoas devem fazer a versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Rio de Janeiro neste domingo (17).
Os candidatos vão responder neste primeiro dia de provas a questões sobre linguagens e ciências humanas e redação.
Primeira prova do Enem 2020 é neste domingo (17)
TV Globo/Reprodução
O Enem estava previsto para ocorrer em novembro de 2020, mas devido à pandemia da Covid-19 foi remarcado para 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital).
A Defensoria Pública no Rio recomendou à Prefeitura e ao Governo do Estado o adiamento do exame alegando risco de aglomeração.
Risco do candidato do Enem pegar Covid é maior no transporte público do que na sala de prova
No Enem 2020, como se proteger da Covid-19
Primeiro dia de provas do Enem vai ser neste domingo (17)
Medidas de prevenção à Covid
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) divulgou algumas medidas de prevenção que devem ser seguidas pelos participantes do exame. Veja mais abaixo quais são elas.
O número de salas de aplicação da prova foi ampliado em todo o país. Em 2019, foram 10 mil locais de e 145 mil salas. No Enem 2020, serão 14 mil locais de prova e 205 mil salas.
Além disso, o horário de abertura dos portões foi antecipado para evitar aglomerações. O MetrôRio informou que vai funcionar normalmente neste domingo das 7h às 23h.
Abertura: 11h30 (horário de Brasília)
Fechamento: 13h
Início das provas: 13h30
Término das provas 1º dia (17): 19h
Término das provas 2º dia (24): 18h30
Medidas de prevenção
Uso obrigatório de máscaras para candidatos e aplicadores;
Disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e nas salas;
Recomendação de distanciamento social no deslocamento até as salas de provas;
Identificação de candidatos do lado de fora das salas;
Salas de provas com cerca de 50% da capacidade máxima;
Candidatos idosos, gestantes e lactantes ficarão em salas com 25% da capacidade máxima;
Higienização das salas de aulas, antes e depois do exame;
É recomendado que o candidato leve máscaras reservas para trocar.
O que levar
Cartão de confirmação
Documento oficial com foto
Caneta esferográfica preta de material transparente
Máscara para trocar durante a prova
Álcool em gel
Água e lanche
O que não pode levar
Borracha, corretivo, chave com alarme, artigos de papelaria, impressos e anotações, lápis, lapiseira, livros, manuais, régua e caneta de material não transparente;
Óculos escuros, boné, chapéu, viseira, gorros ou similares;
Dispositivos eletrônicos como celulares, tablets, calculadoras, gravadores, pen drive ou mp3;
Alarmes, chaves com alarmes ou qualquer outro componente eletrônico;
Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens;
Protetor auricular;
Relógios de qualquer tipo.
Candidatos doentes
O Inep informou que prevê reaplicar a prova para quem tiver doenças infectocontagiosas, entre elas a Covid-19. Também entram na lista sarampo, rubéola, varicela e coqueluche.
Quem foi diagnosticado com Covid até uma semana antes do exame pode acessar a página do participante, anexar os documentos, e pedir para refazer o exame em 23 e 24 de fevereiro.
Caso os sintomas tenham aparecido na véspera do exame, a recomendação é entrar em contato com o telefone 0800-616161.
Enem em 90 segundos
Cronograma do Enem
Provas impressas: 17 e 24 de janeiro
Provas digitais: 31 de janeiro e 7 de fevereiro
Reaplicação: 23 e 24 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)
Resultados: a partir de 29 de março