Ellen DeGeneres anuncia data de retorno de programa após acusações nos bastidores e demissão de produtores


Segundo imprensa internacional, apresentadora enviou um comunicado para a equipe informando que o retorno das gravações em estúdio acontece em 21 de setembro. Ellen DeGeneres é homenageada com prêmio Carol Burnett no Globo de Ouro 2020
Paul Drinkwater/NBC via AP
Ellen DeGeneres já tem data para retornar aos estúdios para as gravações de seu programa após as acusações nos bastidores e a demissão de três produtores. Segundo a imprensa internacional, Ellen enviou um comunicado para sua equipe informando que a retomada da 18ª temporada do “The Ellen DeGeneres Show” acontece em 21 de setembro.
“Eu mal posso esperar para voltar ao trabalho e ao nosso estúdio. E, sim, vamos conversar sobre isso”, disse DeGeneres em comunicado, se referindo às acusações de ambiente tóxico de trabalho.
No comunicado, Ellen garante que o programa vai continuar a entregar para os telespectadores “experiências edificantes, inspiradoras e hilariantes”. Os atores Kerry Washington e Alec Baldwin e a apresentadora Chrissy Teigen estão na lista de convidados para a primeira semana de programa, que será filmado sem plateia.
Em julho, a Warner Media, empresa responsável pelo “The Ellen DeGeneres Show”, abriu uma investigação interna a respeito de denúncias de racismo e desrespeito a funcionários do programa nos EUA.
Reportagens dos sites “Buzzfeed” e da “Variety” mostraram relatos de empregados do programa dizendo que foram alvos de comentários racistas por parte da chefia da atração (o nome da apresentadora Ellen não foi citado diretamente).
Os funcionários também disseram que tiveram salários reduzidos e foram tratados de forma desrespeitosa durante a transição para o trabalho remoto durante a pandemia do novo coronavírus. No início da quarentena, Ellen fez a transmissão de alguns programas direto de sua casa.
Após as acusações, Ellen se desculpou com a equipe e três produtores foram demitidos.