Eliott Page, ator de ‘Juno’ e ‘The umbrella academy’, é 1º homem trans na capa da revista ‘Time’


‘Sou completamente quem sou’, diz ator que anunciou ser transgênero em 2020. ‘Eu queria ser um menino. Eu costumava perguntar para minha mãe se eu podia ser um dia’, ele lembra. Capa da revista ‘Time’ com o ator Eliott Page
Reprodução
Eliott Page, ator do filme “Juno” e da série “The umbrella academy”, é o primeiro homem trans na capa da “Time”, principal revista semanal dos EUA. “Sou completamente quem sou”, ele diz na chamada da capa divulgada nesta terça-feira (16).
O ator anunciou ser transgênero em dezembro de 2020. “Oi, amigos. Gostaria de compartilhar com vocês que sou trans, meus pronomes são ele/they (pronome neutro) e meu nome é Elliot”, escreveu.
Na entrevista, ele fala sobre a luta pelos direitos das pessoas trans e lembra da alegria de quando cortou o cabelo curto aos 9 anos. “Eu me sentia como um menino”, ele diz. “Eu queria ser um menino. Eu costumava perguntar para minha mãe se eu podia ser um dia.”
Elliot Page começou carreira ainda criança e foi indicado ao Oscar; veja destaques
Em 2018, Laverne Cox foi a primeira mulher trans a estampar a capa da revista “Time”.
Quando divulgou que é um homem trans, em dezembro, Eliott disse: “Sinto sorte por estar escrevendo isso. Por estar aqui. Por ter chegado a este lugar na minha vida. Sinto uma gratidão imensa por todas as pessoas incríveis que me apoiaram ao longo desta jornada.”
“Não tenho palavras para expressar como é incrível finalmente amar quem eu sou o suficiente para buscar meu autêntico eu”, escreveu, recebendo em seguida o carinho dos fãs. Muitos se disseram orgulhosos e agradeceram por Elliot compartilhar sua história.
Carreira
Page começou a atuar ainda cedo. Em um de seus primeiros trabalhos, com cerca de 14 anos, aparecia como Treena na série canadense “Trailer Park Boys”.
Seu primeiro papel de destaque em Hollywood aconteceu em 2005, no suspense “Menina Má.Com”. Um ano depois, fez parte do elenco de “X-Men: O confronto final” como Kitty Pride, a Lince Negra.
Elliot recebeu sua primeira e única indicação até o momento ao Oscar, como melhor atriz, em 2007 por sua atuação em “Juno”. Na história, interpretou uma jovem grávida que decide colocar seu filho para doação em “Juno”, de 2007.
Em 2010, trabalhou com Leonardo DiCaprio e o diretor Christopher Nolan na ficção científica de ação “A origem”.
Depois, passou a se dedicar a produções menores. Entre eles, estrelou o jogo de video game “Beyond: Two souls”, de 2013.
Em 2015, apresentando a série documental sobre comunidades LGBT no mundo, “Gaycation”, entrevistou o então deputado Jair Bolsonaro.
Estreou na direção em 2019, no documentário “There’s something in the water”, sobre danos ambientais na região onde nasceu, a Nova Escócia.
Atualmente, faz parte do elenco da série “The Umbrella Academy”, na qual interpreta um dos personagens criados por Gerard Way e ilustrados pelo quadrinista brasileiro Gabriel Bá.
VÍDEOS: Os destaques do entretenimento no Semana Pop