Edu Falaschi grava no Rio o primeiro álbum solo com repertório inédito


Ex-vocalista da banda Angra, cantor faz disco autoral no estúdio de Liminha com letras inspiradas em romance. O cantor Edu Falaschi (à direita) com o produtor musical Liminha no estúdio Nas Nuvens
Divulgação
♪ A foto acima flagra Edu Falaschi (à direita) em estúdio ao lado do produtor musical Liminha. Projetado na cena brasileira de heavy metal como vocalista da banda Angra, posto que ocupou de 2001 a 2012, o cantor e compositor paulistano grava no estúdio carioca Nas Nuvens – de propriedade de Liminha e de Gilberto Gil – o primeiro álbum com repertório inteiramente inédito da carreira solo.
Falaschi dá forma em estúdio a um disco conceitual que tem lançamento previsto para o primeiro semestre de 2021.
Produzido pelo próprio Falaschi e coproduzido por Thiago Bianchi, o álbum irá se somar à obra fonográfica solo que inclui dois álbuns de estúdio com reciclagem de músicas das bandas Angra e Almah (Moonlight e Ballads, lançados em 2016 e em 2017 respectivamente), o EP The glory of sacred truth (apresentado em 2018 com duas músicas inéditas e quatro faixas ao vivo) e o álbum ao vivo e DVD Temple of shadows – In concert, lançado neste ano de 2020.
O artista grava o álbum solo com banda formada pelos músicos Aquiles Priester (bateria), Diogo Mafra (guitarra), Fabio Laguna (teclados), Raphael Dafras (baixo) e Roberto Barros (guitarra).
Pablo Greg cria arranjos orquestrais para o disco, feito também com a adesão de Fábio Caldeira, colaborador de romance escrito por Edu Falaschi com narrativa que será o mote das letras das músicas inéditas compostas pelo ex-vocalista da banda Angra. Carlos Fides assinará a capa do disco.