Dono bar é preso por exploração sexual de adolescente e favorecer prostituição em Jaru, RO


Menor cobrava R$ 150 por programa e repassava R$ 30 para dono do bar. Munições de arma fogo foram encontradas em um fundo falso de uma gaveta em um criado mudo. Um homem foi preso por exploração sexual de menores em Jaru (RO), a cerca de 290 quilômetros de Porto Velho, na madrugada desta quinta-feira (29). Conforme o boletim de ocorrência, uma adolescente de 16 anos disse que havia chegado há quatro dias no local, feito um programa no valor de R$ 150 e repassado R$ 30 para o proprietário do bar.
Caso foi registrado na Unisp de Jaru, RO
Rinaldo Moreira/G1
Outras três mulheres também disseram que fazem programas sexuais e repassavam uma parte do valor para o dono da casa. Em um fundo falso de uma gaveta em um criado mudo, foram encontradas munições de arma de fogo.
De acordo com o registro, a Polícia Militar (PM) abordou e revistou quem estava em um estabelecimento comercial do Setor 5.
Com a menina de 16 anos foi encontrado uma quantidade de substância que aparentava ser maconha. Ela falou aos policiais que havia chegado há quatro dias e feito um programa. Outras três mulheres disseram que também realizavam serviços sexuais, repassando parte do valor à casa e induziam os clientes a consumirem bebida alcoólicas.
Durante revistas no imóvel, foram encontradas em um fundo falso da gaveta de um criado mudo, munições de calibre .38 e .22. Em outros locais dentro da casa, os policiais encontraram várias jóias, dinheiro e camisinhas.
Todo o material foi recolhido. As mulheres e o dono do bar foram levados à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) em Jaru, onde foi registrada ocorrência e apresentado ao delegado.

Powered by WPeMatico