DJ e produtora Mary Olivetti joga hit rosa de Rita Lee na pista enquanto repagina o primeiro sucesso do pai, Lincoln Olivetti


♪ “Mary, aqui é Rita Lee. Acabei de ouvir sua obra-prima! Cor de rosa choque. Que coisa maravilhosa, que tesão, ficou uma delícia, parabéns! Bem, filha de peixe, peixinha é. E sua mão deu um toque sexy, de tesão, uma delícia!”.
A carioca Mary Lin Olivetti é a destinatária da mensagem acima, enviada por Rita Lee assim que a artista paulistana ouviu o remix de Cor de rosa choque (Rita Lee e Roberto de Carvalho), música apresentada em 1979 como tema de abertura do programa matutino TV Mulher (TV Globo) e incorporada três anos depois à discografia da cantora no álbum Rita Lee e Roberto Carvalho (1982).
Formatado com os toques de músicos como Alberto Continentino e Paulinho Guitarra, o remix de Cor de rosa choque produzido por Mary Olivetti ganhou o mundo digital nesta sexta-feira, 9 de abril, estando incluído entre os 12 fonogramas do primeiro dos três volumes do projeto fonográfico Rita Lee & Roberto – Classic remix, orquestrado por João Lee.
O peixe a que Rita alude na mensagem é Lincoln Olivetti (17 de abril de 1954 – 13 de janeiro de 2015), compositor, pianista, arranjador e produtor musical fluminense que contribuiu decisivamente para dar o tom tecnopop da música popular radiofônica gravada no Brasil ao longo dos anos 1980.
Aos 37 anos, nascida em 7 de setembro de 1983, Mary Olivetti é filha de Lincoln e da cantora e compositora Claudia Olivetti. Dando continuidade ao patrimônio musical da família, Mary vem pavimentando o próprio caminho como produtora musical e DJ ao longo dos últimos 19 anos, no Brasil e no mundo, geralmente nas pistas da house music.
Enquanto acompanha a repercussão do remix de Cor de rosa choque, Mary Olivetti repagina a gravação original de Black coco, primeiro sucesso de Lincoln Olivetti como compositor. Black coco é parceria de Ronaldo Barcellos com Lincoln Olivetti, tendo sido lançada em 1978 em disco do grupo Painel de Controle.
A versão 2021 de Black coco tem lançamento previsto para julho através do selo Cocada Music, braço fonográfico brasileiro da gravadora alemã Get Physical.
A DJ e produtora musical Mary Olivetti ganha elogio de Rita Lee pelo remix de ‘Cor de rosa choque’
Fernando Ximeno / Divulgação