Diretor de The Division imagina como seria o jogo no Brasil

Com lançamento previsto para 15 de março, Tom Clancy’s The Division 2 recria Washington D.C. como cenário da crise que se expandiu de Nova Iorque no primeiro game da franquia. A equipe de desenvolvimento da Ubisoft Massive fez um recorte fiel do local e adicionou o caos à capital dos Estados Unidos. Mas e se The Division se passasse no Brasil?

Não é impossível imaginar essa possibilidade, já que o game acontece em cenários ricos em detalhes, diferentes áreas a serem exploradas e conflitos que facilmente poderiam ser ambientados no nosso país.

“Eu só estive uma vez no Brasil. E me soou como um país que não consegue viver sem música.”, contou Julian Gerighty, diretor criativo do game, em entrevista ao IGN Brasil.

Leia mais: Entenda como Washington foi recriada no jogo

Segundo Gerighty, um dos pontos mais importantes para reproduzir o país em um game é estudar a cultura que o torna único e incluir características locais que são marcantes para o restante do mundo. “Então, se acontecesse um colapso, como a vida e a paixão pela vida que existe no Brasil ficaria? Eu teria que estudar como conseguiríamos trazer para o jogo elementos como músicos, lugares onde veríamos pessoas dançando… e a alegria de viver, basicamente.”, explicou.

Por fim, questionei se poderíamos então ter esperanças de um futuro The Division ambientado no Brasil. E a resposta foi: “Quem sabe? Quer dizer, o Rio de Janeiro é tão bonito, tão visualmente diversificado… é uma cidade bem empolgante..”

Bem, enquanto aguardamos o lançamento de The Division 2 e sua incrível ambientação em Washington D.C., aproveite a sessão de comentários para dizer em qual cidade você acha que o jogo deveria se passar se acontecesse no Brasil. É permitido soltar a criatividade!

*A jornalista viajou a convite da Ubisoft.

Inscreva-se no canal do IGN Brasil no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Twitch!