Diamante roxo-rosa: maior joia do tipo já leiloada é vendida por R$ 143 milhões


Diamante roxo-rosa Espírito da Rosa de 14 quilates foi batizado com o nome de balé russo. O diamante Espírito da Rosa de 14 quilates foi batizado com o nome de um balé
EPA/BBC
Um diamante russo extremamente raro foi vendido em um leilão na Suíça por US$ 26,6 milhões (R$ 143 milhões).
O diamante roxo-rosa de 14,8 quilates, apelidado de “O Espírito da Rosa”, é o maior de seu tipo a ser leiloado.
Diamante rosa de quase 19 quilates é leiloado por 44 milhões de euros
Diamante ‘Sky Blue’ é vendido por US$ 17 milhões em leilão em Genebra
Seu tamanho, cor e estrutura interna ajudaram a aumentar o preço final na Sotheby’s em Genebra.
O nome do vencedor não foi divulgado publicamente.
O Espírito da Rosa era uma das três pedras de uma coleção da mineradora russa Alrosa — todas com nomes de balés russos famosos.
A pedra foi lapidada de um diamante bruto descoberto na Rússia em 2017.
O diamante bruto foi chamado de Nijinsky, em homenagem ao bailarino e coreógrafo russo-polonês.
O atual recorde de preço de um diamante é mantido pela CTF Pink Star. A joia, um diamante rosa de 59 quilates, foi vendida em leilão por US$ 71 milhões na Sotheby’s em Hong Kong em abril de 2017.
Preços recordes de outras joias coloridas
Maio de 2016: Um grande diamante conhecido como Oppenheimer Blue estabeleceu um novo recorde de leilão, atingindo o preço de US$ 50,6 milhões. A gema de 14,62 quilates foi vendida após 20 minutos de lances por telefone na casa de leilões Christie’s em Genebra. A identidade do comprador é desconhecida.
Novembro de 2015: The Blue Moon, um diamante azul montado em anel de 12,03 quilates, chamou a atenção do magnata de Hong Kong Joseph Lau, que pagou um recorde de US$ 48,4 milhões pela pedra em forma de almofada. Ele o comprou para sua filha de sete anos, rebatizando-o de “Lua Azul de Josephine” em homenagem a ela.
Maio de 2015: Um comprador não identificado fez história depois de comprar a Sunrise Ruby, uma pedra preciosa com a coloração “sangue de pombo” de 25,59 quilates, por US$ 30 milhões. Com esse preço, tornou-se a pedra preciosa mais cara do mundo, excluindo diamantes.
Novembro de 2013: O “maior diamante laranja vívido do mundo”, de acordo com a Christie’s, atraiu o maior preço pago por quilate por qualquer diamante em leilão, sendo vendido por US$ 35 milhões, ou US$ 2,4 milhões por quilate.
Novembro de 2010: The Graff Pink, uma pedra de coloração “intenso rosa extravagante” de 24,78 quilates descrita como “um dos maiores diamantes já descobertos”, leiloada por $ 46,2 milhões. Na época, acreditava-se que era a gema mais cara comprada em leilão e foi vendida ao conhecido negociante britânico Laurence Graff.
Veja os vídeos mais assistidos do G1